Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O primeiro ano de governo do prefeito pe. Carlos Góes (PT) e as metas para 2014 foram apresentados na manhã desta segunda-feira (17), na abertura da 16ª legislatura da Câmara Municipal de Maués. Ele considerou que iniciou administrando os erros do passado com umainadimplência que engessou o governo e uma dívida de R$ 30 milhões, denunciados ao Ministério Público Federal, Tribunal de Contas do Estado e da União. Apresentou uma relação de onze obras que não foram concluídas e retomadas no seu governo.

O prefeito disse que se baseou nas propostas de campanha para realizar as ações no primeiro ano onde incluiu saúde, educação, social, esporte, cultura, lazer, produção agrícola, ambiental, geração de emprego e renda e outros. Na área da administração e transparência, Carlos Góes disse que o governo conseguiu reestruturar as contas públicas tirando o município da inadimplência recebendo o Certificado da Previdência Social que há dez anos não era concedido a Maués. “Mantivemos o funcionamento da máquina administrativa, com muito esforço e comprometimento conseguimos ajustar e pagar mês a mês o salário dos servidores municipais, o 13° salário e ⅓ de férias aos professores que há três anos”, disse. Considerou que o avanço da economia foi significativo em relação às administrações anteriores. Demonstrou os investimentos em onze obras realizadas com recursos próprios no qual se inclui o estádio Manuel Baraúna Filho, a Praça de Alimentação e a Feira Permanente do Bairro Ramalho Junior. Destacou os avanços na área social e apresentou os números de famílias alcançadas com programas do governo federal, estadual e municipal incluindo o Renda Cidadã que atende 700 beneficiários com uma bolsa de R$ 70,00. O governo estimulou a distribuição de recursos e, consequentemente a Geração de Emprego e Renda e o desenvolvimento do município, através da Lei Geral Municipal da Micro Empresaque possibilitou a formalização dos 183 transportadores escolares em empreendedores individuais. No processo de valorização a Educação sempre foi prioridade, disse Góes, apresentando os resultados que passam pela formação e qualificação do professor, valorização salarial e de condições ambientais de trabalho.

“Dentro da política de valorização dos profissionais da educação instituímos a Comissão de Reestruturação do Plano de Cargos e carreiras dos Servidores do Magistério, instituída através do decreto n°715.12.2013. É de responsabilidade da Comissão também apresentar uma nova proposta salarial aos servidores”, destacou. Ele considerou que a saúde foi o maior desafio. Enumerou os avanços que vão desde a ampliação e melhoria da rede física de saúde incluindo a nova UBS “Maria das Dores Negreiros”, Dorita, recentemente inaugurada, dispensação de medicamentos, equipamentos para o hospital, e a ampliação do número de médicos que hoje somam 25, incluindo 13 médicos do Programa Mais Médicos. “Apesar desses avanços existemdesafios que devem ser, efetivamente, combatidos como: o crescimento de pessoas contaminadas pelo vírus do HIV, a mortalidade infantil, o câncer de mama, sífilis, dengue, tuberculose e a hanseníase, isso só poderá ser eliminado do nosso meio através da educação e prevenção em saúde”, destacou. Teceu elogios ao vice-prefeito o médico Carlos Augusto de Almeida, Dr. Gute que tornou possível a implantação do Protocolo do Diagnóstico da Síndrome Coronariana. Quanto a infraestrutura da cidade o prefeito disse que o governo conseguiu recuperar 80% da iluminação pública, manteve a cidade limpa e recuperou em 30% as vicinais. “Fizemos um esforço conjunto com o Governo do Estado para que Maués voltasse a ser urbanizada e conseguimos iniciar a operação tapa buraco, que não era feito há seis anos. Estamos em plena atividade com a construção de meio fio, sarjeta, canteiros e pavimentação dos pontos mais críticos de nossa cidade”, declarou. Um dos pedidos do prefeito é para que todos os segmentos estejam unidos para resolver o problema do lixo ressaltando a PolíticaNacional de Resíduos Sólidos que prevê o fim dos lixões até agosto desse ano. Anunciou que desapropriou uma área para a construção de 5 valas para a implantação do aterro controlado. Destacou ainda os investimentos da produção agrícola pactuada com o Governo federal através do Plano Safra e os investimento de R$ 4 milhões. Apresentou também os demonstrativos do SAAE e a credibilidade resgatada da autarquia e os investimentos na produção de água na cidade e interior. As festas populares e o resgate da auto-estima do povo também fizeram parte do discurso.

Parcerias

Durante o pronunciamento o prefeito agradeceu as parcerias do Governo do Estado, Federal e de outras instituições. “Conseguimos muito com parcerias, sozinho não seriamos capaz de construir um grande governo, agradeço a sensibilidade do nosso governador e da nossa presidente Dilma que tem se dedicado a olhar o povo do Amazonas”, disse oprefeito.

Ele encerrou destacando que o primeiro ano foi marcado pela criação da Prefeitura Itinerante, a confirmação dos recursos para o Programa de Saneamento Integrado de Maués-PROSAI-MAUÉS, as futuras obras de reforma do Aeroporto Municipal e o possível funcionamento da Estação Hidroviária de Maués, o programa Luz para Todos, Minha Casa, Minha Vida e Mais Médicos. Ele finalizou apresentando as metas para 2014 baseadas nas Metas do Milênio obrigatórias no Plano Plurianual dos municípios e os investimentos que estão baseados no orçamento.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •