O prefeito Frederico Junior (no detalhe) agora tem prazo para quitar a dívida com a Amazonas Energia
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Prefeito do município de Novo Airão, Roberto Frederico Paes Junior, residente à rua A, S/E RURAL, Campo Belo, foi condenado a pagar R$ 5.122,59 à Amazonas Distribuidora de Energia S/A por consumo de energia não pago.

Coisas da vida, acontece, não é mesmo?

A sentença foi proferida no 17 de outubro de 2018 pelo juiz Manuel Amaro de Lima. O prefeito, entretanto, não se coçou, não colocou as mãos nos bolsos, não ofertou embargos, e dívida continuou pendente.

E como não pagou, o processo não parou. No dia 31 de janeiro deste ano, Roberto Frederico Paes Junior foi intimado por meio de carta precatória a cumprir a sentença no prazo de 15 dias sob pena de multa de 10% sobre o valor cobrado, ou seja, R$ 5.122,59.

De acordo com as informações descritas pela Amazonas Energia em planilhas anexas ao processo, o prefeito de Novo Airão deixou de pagar as faturas de energia elétrica por seis anos, no período de 05/2005 à 05/2008; 08/2008 à 06/2009; 04/2010.

A reportagem do Fato Amazônico tentou falar com o prefeito Frederico Junior a respeito da condenação, mas o celular de número 9918x341x, estava fora da área de serviço.

Confira Sentença

Carta Precatória


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •