Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, participou, na noite de terça-feira, 20, da formatura de 600 alunos do Programa Nacional de Acesso aoEnsino Técnico e Emprego (Pronatec), no Parque Municipal do Idoso, zona Centro-Sul.

O evento foi realizado pelaSecretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos(Semasdh) e teve a presença da primeira-dama e secretária, Goreth GarciaRibeiro, e ainda da ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome,Tereza Campello, entre outras autoridades.

Em seu discurso, o prefeito Arthur Virgílio Neto parabenizou os formandos pela conclusão dos cursos e garantiu que a Prefeitura de Manaus vaicontinuar incentivando a qualificação profissional. Ele ressaltou que o sucesso do programa é fruto do trabalho e parceria entre a prefeitura e os governos do Estado e Federal.

“Se nós trabalharmos juntos, honrando nossos compromissos,teremos um resultado como esse de hoje. Por isso, eu peço que oGoverno Federal cumpra com sua promessa em mandar os recursos para Manaus. Com eles, conseguiremos desenvolver muito mais a cidade esocialmente as pessoas, como essas que estão aqui hoje”, comentou.

A ministra Tereza Campello, que veio prestigiar a formatura, destacou o empenho que os alunos de Manaus demonstraram para concluir seus cursos. Segundo ela, é uma demonstração de que a população não quer ajuda, mas sim oportunidades.

“O Brasil está crescendo e oGoverno Federal tem a alegria de estar oferecendo esses cursos de alta qualidade. Tudo isso permite que o povo cresça junto com o Brasil”, destacou.

Todos os 600 alunos que se formaram nesta terça-feira foramindicados pelas 18 unidades do Centro de Referência em Assistência Social (Cras), distribuídos em todas as zonas geográficas de Manaus e gerenciados pela Semasdh. Segundo a secretária Goreth Garcia, os Cras servem como porta de entrada da comunidade para o mercado formal de trabalho.

”Hoje nós estamos acompanhando a formatura de 600 alunos, mas precisamos aumentar esse
número. Precisamos informar que eles podem fazer outros cursos além dos que já concluíram, ampliando sua qualificação e gerando mais oportunidades de crescimento”, afirmou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •