Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na sexta (22), a prefeitura de Benjamin Constant lança a campanha Natal Solidário, que vai distribuir cestas natalinas para as famílias carentes da cidade. O projeto mobiliza não só as secretarias municipais, como as de Assistência Social, Educação, Saúde e Cultura, mas envolve toda a população benjaminense. A iniciativa cumpre o previsto no programa, cuja marca é o olhar social e humanitário.

A entrega das cestas natalinas será no dia 21 de dezembro, junto com uma grande festa para celebrar a solidariedade e o nascimento de Cristo. Até lá, quem quiser contribuir com o Natal Solidário poderá deixar suas doações em postos espalhados pelo Centro de Benjamin Constant ou trocar um item que faz parte da cesta por uma cartela de bingo.

Para o prefeito David Bemerguy, é fundamental investir na qualidade de vida dos benjaminenses. “Queremos devolver o orgulho para a população e cuidar das pessoas, com atenção especial aos menos favorecidos. Campanhas como a do Natal Solidário têm papel importante nisso”, afirma ele.

O evento de lançamento da campanha Natal Solidário acontece junto com a terceira edição da Mostra de Painel da Secretaria de Assistência Social, que funciona como uma prestação de contas para a população, trazendo resultados dos cerca de 20 serviços, programas e projetos socioassistenciais oferecidos pelo município, responsáveis pelo atendimento de 11.840 pessoas. Serão montados painéis com todas as realizações da secretaria, como as ações realizadas na Zona Rural por equipes volantes e os projetos Luteria, que fabrica violões, e Bom de Luta, que incentiva a prática de esporte.

Outro destaque da mostra fica por conta do trabalho das equipes do Paefi, Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos, e do Paif, Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família. Também chamam a atenção o programa Criança Feliz, que cuida de 150 famílias com crianças de até 6 anos de idade, começando na gestação do bebê, e o Programa de Inclusão Social e Cidadania (Pisc), que atende 500 famílias e faz o acompanhamento direto delas, além de oferecer cesta básica, auxílio gás, pão e leite.

A secretária municipal de Assistência Social, Jhonah Melly, enfatiza que o trabalho com a população carente não deve ser confundido com assistencialismo. “Buscamos oferecer o melhor para os benjaminenses e envolver toda a sociedade em nossas ações. Cada habitante do município é uma peça importante na engrenagem que move nossa cidade. O papel da secretaria é acompanhar as pessoas e oferecer alternativas a quem estiver vulnerável”, diz ela.

Vale ressaltar que a prefeitura de Benjamin Constant tem 80 funcionários dedicados exclusivamente à área de assistência social. 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •