Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na tarde da última segunda-feira, 29 de julho, o prefeito Adail Filho anunciou a implementação do e-SUS Atenção Básica (AB), sistema de prontuários eletrônicos que substitui o processo das fichas convencionais. A inovação começa a funcionar imediatamente em duas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) garantindo mais agilidade no atendimento ao cidadão, sustentabilidade e melhor eficiência na gestão dos gastos públicos em saúde.

De acordo com o prefeito Adail Filho, esta ação é uma proposta de reestruturação dos sistemas de informação da saúde por meio da informatização do Sistema Único de Saúde (SUS) e objetiva a qualificação da gestão informacional para ampliar a qualidade nos atendimentos.

“O método eletrônico irá facilitar a vida dos profissionais reduzindo o trabalho e agilizando uma série de processos. Os ganhos para o paciente, principalmente na questão da segurança e da precisão do diagnóstico, também são substanciais. Quando um profissional precisar acessar o histórico do paciente, os dados estarão armazenados em um prontuário eletrônico e serão disponibilizados em instantes”, explicou o prefeito.

Na oportunidade, Adail Filho também realizou a entrega de tablets novos e kits de apoio contendo itens como mochila, balança, kit de primeiros socorros, aparelho para aferir pressão e material de uso pessoal, entre outros, para os Agentes Comunitarios de Saúde municipais.

Benefícios – Dentre os benefícios dos prontuários eletrônicos estão: a economia, a possibilidade de acesso às informações clínicas mesmo quando fora do consultório, além da garantia do envio de dados do município para o Ministério da Saúde, possibilitando os incentivos financeiros federais.  Quando o paciente dá entrada na unidade de saúde, todo o seu histórico clínico já estará disponível para o profissional que o atenderá de maneira personalizada, tornando o procedimento mais seguro.

A secretária Municipal de Saúde, Francisnalva Mendes, disse que o novo sistema vai modernizar o atendimento da rede municipal de saúde, uma vez que, dentre outras vantagens, irá permitir a integração entre os diversos profissionais. “Todos os envolvidos na linha de cuidados como médicos, fisioterapeutas, farmacêuticos, odontologistas, terapeutas ocupacionais, dentre outros, poderão acessar e registrar informações. É possível, assim, realizar um tratamento multidisciplinar de melhor qualidade”, exemplificou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •