Há cerca de 15 dias, funcionários da Amazonas Energia, estiveram na sede da prefeitura para cortar o fornecimento de energia, mas a pedido, deram um novo prazo para regularização do pagamento.
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Prefeitura Municipal de Humaitá é titular das 145 unidades consumidoras de energia elétrica com contadores instalados em diversos prédios do órgão mas não paga as contas correspondentes ao fornecimento do serviço.

De acordo com ação monitória proposta pela assessoria jurídica da AMAZONAS DISTRIBUIDORA DE ENERGIA S.A, à 2ª Vara Cível, assinada no dia 28 de outubro, a dívida acumulada nos últimos anos pela prefeitura é de R$2.991.168,61.

Mesmo na iminência de ter o serviço suspenso com o corte do fornecimento de energia, a prefeitura de Humaitá está se lixando para a Amazonas Energia.

Os apelos, aviso de cobrança, para que a administração municipal assuma os seus compromissos pela via amigável, sem litígio, foram todas desprezadas à propósito de se recusar à audiência de conciliação ou mediação.“A prefeitura descumpriu com o seu dever contratual, não efetuou o pagamento das faturas de consumo de energia elétrica referentes aos último anos, perfazendo um débito total de R$2.991.168,61”, destaca a Amazonas Energia.

Veja na íntegra Ação Monitória


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •