Foto: Divulgação / Semtepi
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta terça-feira, 24/9, 50 candidatos em busca do primeiro emprego foram encaminhados pela Prefeitura de Manaus para vagas de auxiliar de produção, no posto do Sine Manaus do Shopping Phelippe Daou, localizado na avenida Camapuã, zona Leste da cidade.

O posto, coordenado pela Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), atende em média 300 pessoas por dia. Para esta seleção, foram recebidas aproximadamente 1,2 mil pessoas que estavam em busca do primeiro emprego.

Para a diretora do Sine Manaus, Letícia Mesquita, o mercado oferece muitas vagas, mas as pessoas precisam se qualificar mais. “A gente percebe que o mercado necessita de trabalhadores e, ao mesmo tempo, sabemos que existe muita gente disponível para ser empregada. Porém, muitos dos processos seletivos, como o que fizemos aqui hoje, por mais simples que sejam, acabam eliminando muitos candidatos. A segunda etapa, por exemplo, uma prova de português e matemática básica, eliminou mais da metade dos candidatos. Quem está a procura de emprego precisa se atualizar e se adequar às novas exigências do mercado”, disse ela.

Reinserção

A fila começou a se formar logo no início da manhã e mostrava jovens e também pessoas com mais idade que nunca trabalharam formalmente. Pensando nisso, indo na contramão do mercado de trabalho, a empresa que atua no Polo Industrial de Manaus resolveu abrir vagas para pessoas com até 42 anos de idade.

Segundo a chefe de Divisão da Intermediação de Mão de Obra da Semtepi, Amanda Rodrigues, é importante que as empresas também deem chances a quem nunca trabalhou de carteira assinada. “Conseguimos enxergar que as empresas estão se adaptando aos profissionais e ao mercado. Assim como algumas optam por pessoas mais novas, existem outras que entendem que as pessoas mais experientes continuam produtivas, proativas, criativas e que podem sim estar no mercado de trabalho”, contou.

Começo da vida profissional

Após passarem pela primeira triagem, onde foi conferida se a documentação estava completa e atualizada, os candidatos passaram por duas etapas de seleção: uma prova de português e matemática de nível fundamental e ainda uma dinâmica que testou a criatividade e a habilidade de trabalho em equipe.

Lorena Costa, uma das candidatas encaminhadas para as vagas, conta que essa é sua primeira oportunidade para entrada no mercado de trabalho. “A partir do momento que eu fiz o cadastro no Sine, eu tive a segurança de saber que essas vagas são realmente verídicas e estou aqui hoje, concorrendo a uma delas, dando início a minha carreira”, explicou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •