Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Com a utilização de estratégias de Educação Popular em Saúde, a Prefeitura de Manaus promoveu na manhã de quinta-feira, 18/7, na Galeria Popular dos Remédios, no Centro, mais uma ação do Julho Amarelo, movimento que tem como objetivo a intensificação das ações de vigilância, prevenção e controle das hepatites irais.

A programação foi executada por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul), de acordo com as ações do projeto Saúde nas Galerias, focando no combate às hepatites virais. Durante o evento, profissionais do Disa Sul organizaram a apresentação “Carimbó das Hepatites”, alertando sobre a importância da prevenção e da realização do teste rápido para o diagnóstico precoce da doença.

“As ações de Educação Popular em Saúde são estratégias que buscam agregar o saber popular e o saber científico, fazendo com que a informação possa chegar para a população de forma mais acessível, como nos orienta o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto”, destacou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Além da ação de Educação Popular em Saúde, o Disa Sul organizou a oferta de testagem rápida para hepatites B e C, vacinação contra a hepatite B e distribuição de preservativos. “Doença que se apresenta com a inflamação do fígado, a hepatite pode ser causada por vírus dos tipos A, B, C, D e E. Os tipos B e C são as formas mais graves e prevalentes em Manaus, com transmissão por relação sexual desprotegida. Então, é importante que as pessoas utilizem o preservativo, disponibilizado de forma gratuita nas Unidades de Saúde, mantendo o cartão de vacina atualizado e fazendo o teste rápido para ter o diagnóstico e iniciar o tratamento”, alertou Marcelo Magaldi.

De acordo com a chefe da Divisão de Vigilância em Saúde do Disa Sul, Ieda Rocha e Silva, a oferta de teste rápido para Hepatite B e C, por meio da Unidade Móvel, acontece em todas as edições do Saúde nas Galerias, um dia a cada mês, quando há atendimento médico, oferta de vacinas, testagem rápida também para sífilis e HIV, e Educação em Saúde abordando temas como combate ao tabagismo e às Infecções Sexualmente Transmissíveis, saúde bucal, controle de dengue, zika e chikungunya.

“O Saúde nas Galerias tem o objetivo de expandir as atividades de promoção em saúde e prevenção às doenças. Neste mês, um dos focos é o combate às hepatites, tanto na ação na Galeria dos Remédios quanto nas Unidades Básicas de Saúde, alertando para as formas de prevenção e a importância do tratamento correto. Como não apresenta sintomas em muitos casos, as pessoas descobrem que têm hepatite já em estado avançado da doença, e por isso é essencial que realizem o exame para ter o diagnóstico”, afirmou Ieda Rocha, explicando que a cada edição do Saúde nas Galerias são realizados cerca de 200 testes rápidos, entre hepatite B e C, sífilis e HIV.

A comerciante Telma Silva, 52 anos, participou da ação na Galeria dos Remédios para receber a segunda dose da vacina contra hepatite. “A primeira dose da vacina foi aplicada na Unidade de Saúde do bairro Parque 10, próximo da minha casa, e estou aproveitando a ação na galeria para receber a segunda dose. Eu sempre procuro cuidar da minha saúde e para isso a vacinação é muito importante. Todas as pessoas também deveriam procurar a prevenção das doenças”, afirmou Telma Silva.

A rede municipal de saúde oferece durante todo o ano a vacina contra hepatite A para crianças de um ano de idade, que são as mais vulneráveis para a doença, e também disponibiliza a vacina contra a hepatite B. É necessário completar o esquema vacinal com todas as doses recomendadas, de acordo com a faixa etária, para garantir a proteção efetiva contra a doença.

A lista com o endereço das 183 salas de vacina e as 156 Unidades de Saúde com oferta de teste rápido para hepatites B e C, sífilis e HIV pode ser acessada no site da Semsa (https://semsa.manaus.am.gov.br/).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •