Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Prefeitura de Manaus dará início nos próximos dias a uma forte campanha de alerta e prevenção da Síndrome Gripal e da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O anúncio foi feito pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, em vídeo publicado nas suas redes sociais, na quarta-feira, 22/1. Desde o dia 27 de outubro de 2019, Manaus registrou 95 casos de SRAG, com um total de 12 óbitos. Pelo vírus da Influenza B, são nove casos e três óbitos.

“Estamos vigilantes e já com nossas estratégias montadas para evitar um surto. Faremos uma grande campanha para alertar sobre os sintomas e cuidados necessários. Nossas Unidades Básicas de Saúde estão preparadas para atender a população”, destacou o prefeito.

Ainda segundo Arthur, caso necessário, irá solicitar ao Ministério da Saúde a antecipação da Campanha Anual de Vacinação contra a Gripe na capital. “Até lá, contamos com o apoio de toda a população na prevenção, lavando as mãos com frequência, usando álcool em gel, entre outras medidas simples, mas muito eficazes nesse combate ao vírus”, completou.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Sala de Situação de Vigilância, já traçou estratégias de controle, reforçando as orientações junto aos profissionais de saúde para o melhor acompanhamento e manejo das pessoas que apresentam os sintomas da Síndrome Gripal e que podem evoluir para a SRAG.

Reunião Sala de Situação/Semsa

“A orientação é para que os serviços de saúde estejam mais atentos no acompanhamento dos pacientes com sintomas de gripe para que o tratamento ocorra de forma adequada e em tempo oportuno, buscando evitar o agravamento dos casos”, informou a subsecretária municipal de Gestão da Saúde, enfermeira Adriana Elias.

Em reunião na Sala de Situação, foi definida a organização de um novo treinamento direcionado aos profissionais que realizam atendimento nas unidades de saúde para atualização de informações sobre o panorama da Síndrome Gripal e da SRAG, assim como a elaboração de uma Nota Técnica para orientação a todos os servidores sobre os protocolos de atendimento, além da definição de reuniões quinzenais da Sala de Situação.

“O atendimento aos pacientes pode ser feito em todas as unidades de saúde, mas a Prefeitura de Manaus mantém 23 unidades de saúde como referência na dispensação da medicação com antiviral em casos de síndrome gripal, que pode ser disponibilizando, mediante receita médica da rede pública ou privada, aos pacientes com indicação clínica do profissional de saúde”, destacou Adriana Elias.

Clima

Segundo a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, os casos de SRAG ocorrem durante todo o ano em Manaus, mas há um aumento nas notificações com o início do período do inverno amazônico, quando há maior umidade e chuvas favorecem a transmissibilidade da doença.

“A Semsa monitora durante todo o ano a ocorrência de SRAG, fazendo a intervenção necessária para prevenir o registro de casos. Com a intensificação do período de chuvas e, consequentemente, o aumento das notificações, é necessário elaborar novas estratégias de atuação. A preocupação nesse momento é com a rápida evolução de casos de SRAG, com o agravamento do quadro de saúde dos pacientes, principalmente no que se refere à Influenza B, o que mostra que o vírus tem apresentado comportamento mais agressivo do que o observado em outras ocasiões”, explicou Marinélia Ferreira.

Transmissão

O vírus da gripe é transmitido de pessoa para pessoa por meio das gotículas que são expelidas pelo indivíduo doente ao falar, tossir ou espirrar, e também por objetos contaminados.

Ao longo da vida, uma pessoa pode contrair a gripe várias vezes, mas quando não é tratada de forma adequada pode levar a complicações e ao óbito, principalmente nos grupos considerados de risco, como crianças menores de cinco anos, idosos, gestantes e portadores de doenças crônicas. A pneumonia é uma das complicações mais comuns da doença.

Sintomas

É importante diferenciar os sintomas da gripe (Influenza) do resfriado comum. Os sintomas do resfriado incluem tosse, congestão, coriza, dor no corpo e dor leve na garganta. São sintomas semelhantes em alguns aspectos, mas os da gripe ocorrem de forma muito mais acentuada: febre alta já iniciando a 39º graus, calafrios frequentes, intensas dores musculares, ardor nos olhos intenso, tosse seca e contínua, dor de garganta, dor de cabeça intensa e cansaço extremo.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •