Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Como forma de reforçar as tecnologias educacionais no ensino público municipal e oferecer uma educação transformadora, a Prefeitura de Manaus firmou parceria para implantação do “Guia EduTec”, uma ferramenta on-line e gratuita que avalia e auxilia a comunidade escolar quanto ao melhor uso de ferramentas digitais para o ensino.

Na quarta-feira, 15/1, membros do grupo de trabalho da Secretaria Municipal de Educação (Semed) que operam com o Programa de Inovação Educação Conectada do Ministério da Educação se reuniram com o “Repensar Educacional” que, juntamente a Fundação Telefônica/Vivo, auxiliarão na operacionalização do Guia.

A secretária de Educação, Kátia Schweickardt, afirmou que iniciativas como essa contribuem no desenvolvimento do ensino público, como vem sendo realizado na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto desde 2013, e explicou que a junção dessas parcerias ajudará a entender quais as principais limitações para o fortalecimento da inovação tecnológica nas escolas municipais.

“O diagnóstico tem que refletir que a educação tecnológica é um meio e que o grande protagonista da produção do conhecimento é a relação entre professores e alunos. Para otimizarmos o programa Educação Conectada precisaremos de um diagnóstico e essa parceria com o Repensar a Educação para a realização do EduTec vai nos ajudar com esses dados que vão alimentar o portal da Educação Conectada, tanto no diagnóstico das escolas, quanto dos profissionais da nossa rede que atuam nas quase 500 escolas”, explicou Kátia.

O Guia EduTec realiza o diagnóstico do grau de adoção de tecnologia educacional por professores e escolas de redes públicas de ensino. O instrumento, inspirado em iniciativas similares de sucesso em outros países, também aponta caminhos para as melhores práticas de tecnologia aplicada à aprendizagem dos alunos, ao desenvolvimento de competências digitais dos professores e à gestão nas escolas.

A parceria entre a Fundação Telefônica-Vivo e a Semed tem como principal objetivo apoiar na implementação da ferramenta Guia EduTec ao longo do 1º semestre de 2020, em um projeto de acompanhamento contínuo, visitas presenciais com reuniões de alinhamento e de trabalho e processos formativos, visando a efetivação de um diagnóstico que subsidie a secretaria de dados para um planejamento estratégico da adoção dessas tecnologias.

A consultora do Repensar Educacional, Bárbara Szuparits, apontou que esse diagnóstico a ser elaborado, com apoio do EduTec e com os dados que já foram levantados pelo grupo de trabalho vai gerar um plano de inovação e tecnologia.

“A ideia é que ao fim a Fundação Telefônica/Vivo possa ofertar trilhas formativas que sejam adequadas à realidade da secretaria e que esta possa se planejar para os próximos cinco anos, ofertando formações que sejam aderentes à realidade da rede e pensar ações que otimizem a adesão e o uso das tecnologias educacionais”, avaliou Bárbara.

Para a gerente de Tecnologias Educacionais da Semed, Aldemira Câmara, essa atividade veio agregar um programa que a rede já possui, o “Educação Conectada”.

“Vamos entrar em uma fase de elaboração do nosso plano de intervenção de inovação na educação, no uso de tecnologias, na melhoria da metodologia do professor em sala de aula. Já temos esse grupo de articuladores, que já trabalham com o Educação Conectada, que vai contribuir para executar essas ações em parceria com a Fundação Telefônica, Repensar Educacional”, declarou Aldemira.

A ideia é que o diagnóstico seja realizado até o mês de maio e que, a partir do mês de junho, às ações que estarão presentes no Plano de Ação, já sejam aplicadas nas escolas da rede municipal.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •