Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Com o objetivo de mapear o setor cultural da capital, a Prefeitura de Manaus lançou na terça-feira, 2/9, o cadastro municipal de trabalhadores da cultura, bem como empresas e espaços culturais. O cadastro é on-line e seguirá aberto até o dia 20/12.

Podem se cadastrar pessoas físicas, pessoas jurídicas e espaços culturais, com ou sem personalidade jurídica, desde que atuem e residam no município de Manaus. Os formulários de cadastro e o edital com todos os critérios exigidos estão disponíveis no site da Prefeitura de Manaus, em manaus.am.gov.br, na aba Manauscult.

“O objetivo é dar continuidade ao cadastramento municipal iniciado em 2013, de forma que a gestão possa realizar um mapeamento profissional e socioeconômico que abarque a pluralidade de trabalhadores, empresas e espaços culturais que temos na cidade, nos mais diversos segmentos artísticos e culturais”, destacou o vice-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), José Cardoso. “Além disso, apenas no caso dos espaços culturais, o cadastro também é uma etapa obrigatória para os espaços que solicitarem auxílio posteriormente, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc”, completou.

Os artistas, empresas e espaços culturais interessados deverão preencher os formulários on-line para o cadastro e fazer upload dos documentos necessários, como portfólio com comprovações de atuação na área. Todos os critérios estão descritos no Edital de Chamada Pública nº 001/2020, publicado na edição n° 4.917, do Diário Oficial do Município (DOM), desta segunda-feira, 1°/9, e disponível na íntegra também no site da prefeitura. 

O cadastro será realizado e analisado continuamente até o dia 20/12. Os resultados com os credenciamentos aprovados serão divulgados quinzenalmente no site da Prefeitura de Manaus, e os credenciamentos indeferidos terão até três dias úteis após a publicação dos resultados para apresentar recurso.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •