Fotos - José Nildo / Semsa
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para ampliar a adesão das gestantes ao acompanhamento pré-natal, a Prefeitura de Manaus lançou na manhã de segunda-feira, 30/12/19, o programa Kit Cegonha, que garantirá assistência com maior qualidade no período de gestação e até após o nascimento do bebê. A apresentação do programa, que será coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), aconteceu no auditório Isabel Victória de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, da prefeitura, situado na avenida Brasil, Compensa, zona Oeste.

Na ocasião, o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, ressaltou o alcance social do programa, que vai estimular as famílias a cumprirem todo o ciclo pré-natal, importante para as futuras mamães e para as crianças, além de garantir um enxoval com itens necessários para os bebês.

“Este é um programa de promoção da vida porque incentivando as gestantes a realizarem o pré-natal poderemos evitar muitos agravos, inclusive para a saúde do bebê. Dar qualidade de vida e proporcionar um parto mais seguro é o que buscamos com esta iniciativa”, destacou Marcelo Magaldi.

A secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Conceição Sampaio, o programa vem fortalecer também a Rede Cegonha, que é um programa nacional. “A chegada do Kit Cegonha fortalece ainda mais o chamamento da atenção ao pré-natal a todas as mulheres. Nesse primeiro momento, a zona rural terrestre e fluvial da cidade está sendo atendida com a entrega de mais de 400 enxovais. Mas é decisão do prefeito Arthur Virgílio Neto e também da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, que toda a articulação seja para alcançar a meta de beneficiar mais de 20 mil mães no ano que vem”, disse.

Para ter direito ao enxoval, as gestantes deverão cumprir os critérios pré-estabelecidos pelo programa, como iniciar o pré-natal até a vigésima semana de gestação; realizar seis ou mais consultas de pré-natal; realizar todos os exames preconizados pelo Ministério da Saúde (MS); realizar pelo menos uma consulta odontológica durante o pré-natal; e apresentar o Número de Identificação Social do Município de Manaus

A entrega do kit será feita por ocasião da consulta puerperal, que deve ser realizada entre o 7º e o 10º dia após o parto, juntamente com a primeira consulta da criança, valorizando a corresponsabilização do cuidado.

Durante o lançamento, 50 mães da área de abrangência do Distrito de Saúde (Disa) Rural receberam os kits, compostos por bolsa; fraldas descartáveis tamanho P; banheira; jogo de escova e pente para cabelos; meias e luvas; fralda de pano; toalha de banho; roupinhas de bebê (body, calça comprida com pé, calça comprida sem pé e camiseta); e trocador de fraldas.

A dona de casa Gisele Leite, moradora do Km 21 da BR-174, disse que é gratificante ser assistida dessa forma pela administração do prefeito Arthur Virgílio Neto, porque além do programa ajudar no acompanhamento clínico ajudará com os objetos para o bebê.

“Estou no sexto mês de gravidez e, graças a Deus, tudo está indo bem. Desde o início, estou sendo acompanhada pela equipe de saúde e esse kit vai nos ajudar muito”, contou Gisele.

O Programa

O programa vai beneficiar, inicialmente, as grávidas do Distrito de Saúde (Disa) Rural que realizam esse acompanhamento nas unidades de Saúde da Semsa. Em seguida, será ampliado para os demais Distritos. Só no primeiro ano são esperadas, aproximadamente, 19.777 gestantes.

A gerente do Disa Rural, Luciana Fabrício, explicou que este programa é uma importante estratégia para motivar as gestantes ao pré-natal. “Esperamos que este incentivo do kit para as mães possa aumentar o vinculo com as equipes de saúde e consequentemente assegurar qualidade de vida para as famílias”, concluiu Luciana.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •