Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Prefeitura de Manaus realiza até sexta-feira, 21/2, o 1º Encontro Formativo do Calendário de Formação da Rede Colaborativa de Formação Continuada da Secretaria Municipal de Saúde (Semed), segmento do ensino fundamental anos finais, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), zona Centro-Sul de Manaus.  O tema do encontro é “Formação Continuada: desafios e possibilidades para a implementação do Referencial Curricular Amazonense (RCA) dos Anos Finais do Ensino Fundamental”.

Durante a ação, o calendário de formação deste ano é divulgado aos professores de língua portuguesa, matemática, geografia, história, língua inglesa, arte, ensino religioso, ciências e educação física de 79 escolas da área urbana e rural/rodoviária.

O encontro é realizado conforme o Horário de Trabalho Pedagógico (HTP) dos professores. Nesta quarta-feira, 19/2, a ação foi dedicada aos professores de língua inglesa, ensino religioso e arte. A formadora de língua inglesa da Gerência de Formação Continuada (GFC), Andreza Lago, explicou que já na abertura os professores vão conhecer como o trabalho vai ser desenvolvido durante o ano. 

“Toda semana vamos falar sobre a formação continuada, o fazer do professor, sobre o nosso processo de formação, as ementas de cada componente e todos os outros aspectos, que são referentes ao processo formativo. Nós vamos levar estratégias, mostrar documentos e nos debruçar sobre o RCA”, acrescentou.

Para o professor de língua inglesa Wagner Albuquerque, que leciona na escola municipal Elvira Borges, na zona Oeste da cidade, essas formações ajudam no dia a dia, por apontar diversas abordagens que podem ser utilizadas em sala de aula.

“A formação continuada é necessária para que o professor adquira mais conhecimento e possa vir a acrescentar algo que não usava antes. Com essas formações, ele pode descobrir estratégias para aplicar em sala de aula”, declarou o professor, que também falou sobre algumas das práticas que aprendeu durante a formação e que aplicou com os alunos.

“Fiz uma dinâmica em grupo, separando a turma em equipes. Dentro da sala, caminhamos e verificamos como estava sendo feito o trabalho em cada um desses grupos”, finalizou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •