Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se negou a falar com jornalistas na saída do Palácio do Alvorada nesta quarta-feira (22), alegando que não queria ser acusado de agredir a imprensa. “Eu quero falar com vocês, mas a Associação Nacional de Jornalistas diz que, quando eu falo, eu agrido vocês, então, como eu sou uma pessoa da paz, eu não vou dar entrevista”, disse.

Na quinta-feira passada (16), a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) divulgou um estudo sobre ataques a jornalistas e a veículos de imprensa. Os números apresentam um aumento em relação ao ano passado – de 135 agressões para 208. Segundo a Fenaj, Bolsonaro foi o principal responsável por esse aumento, já que ele sozinho realizou 121 ataques.

Confira

 

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •