Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidiário João Pedro Barbosa da Costa, que cumpria pena por assalto no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, localizado no quilômetro 8 da BR 174 (Manaus/Boa Vista), foi executado a tiros no final da manhã desta segunda-feira em uma praça localizada nas proximidades do Igarapé do Passarinho, no Rio Piorini, Zona Norte de Manaus. A vítima conversava com uma mulher grávida, quando dois homens desceram de uma motocicleta e o executaram com cerca de 5 tiros.

De acordo com consulta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas, João Pedro, no início deste mês de junho, teria ganho uma saída temporária de sete dias para visitar a família, mas ninguém soube informar se o detento retornar na data marcada pela pela juíza Patrícia Macêdo de Campos, que estava respondendo cumulativamente pela Vara de Execuções Penais.

Para a polícia a morte de João Pedro, pode ter sido um acerto de contas e a ordem poderia ter partido de um dos "xerifes" de dentro do Complexo Anísio Jobim. Mas a polícia também trabalha com a hipótese da execução esta ligada a divida do tráfico de drogas.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •