Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Apontado como um dos principais traficantes em bairros da zona sul do Rio de Janeiro, Bernardo Cunha, de 32 anos, levava uma “vida de playboy”, de acordo com a polícia. Ele exibia viagens e apartamentos luxuosos nas redes sociais. Com informações de Metrópoles.

Preso no último dia 9, a Justiça manteve, na sexta-feira (11/9), a prisão preventiva de Bernardo. O delegado titular da Delegacia de Combate as Drogas, Gustavo Castro, disse ao G1 que as investigações mostraram que Bernardo pagava um valor alto no aluguel do apartamento onde morava, em Copacabana. “O apartamento era alugado e, segundo o administrador, ele pagava R$ 20 mil por mês”, informou.

A polícia estima que o homem tinha um faturamento mensal de aproximadamente R$ 50 mil. Ele está preso na Cadeia Pública Tiago Teles de Castro Domingues, em São Gonçalo.

No momento da prisão, foram encontradas diversas drogas no apartamento de Bernardo. Havia comprimidos de ecstasy, LSD, cocaína pura, crack, haxixe e maconha. O delegado apontou que o valor da apreensão foi estimado em R$ 200 mil.

Agora, a polícia busca provas sobre a participação de outras pessoas no esquema do suspeito. “Estamos buscando provas e mais elementos que indiquem a participação de outras pessoas no esquema. Os celulares apreendidos estão bloqueados, estamos aguardando a liberação para que seja realizada a perícia”, apontou o delegado.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •