Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – O duelo do Corinthians contra o Independiente Del Valle nesta quarta-feira, às 21h30 (horário), na Arena, pelas semifinais da Copa Sul-Americana, será o 13º na história entre alvinegros e equipes equatorianas. Com ampla vantagem no confronto, o clube paulista busca manter os 100% de aproveitamento contra rivais do país dentro de casa.

No total, em 12 confrontos, são oito vitórias para o Timão, um empate e três derrotas, para um aproveitamento de 78,1%. O Corinthians anotou 30 gols no confronto, média de 2,5 tentos por jogo, e levou apenas sete. Todas as três derrotas corintianas foram em solo estrangeiro.

A partida desta quarta-feira será a primeira entre corintianos e equatoriano pela Copa Sul-Americana. Os jogos prévios aconteceram dez vezes em Libertadores (seis pela fase de grupos e quatro pelas oitavas), além de dois amistosos em 1966, realizados em excursão da equipe pelo país.

Apesar de nunca ter recebido uma equipe do país na Arena, o Corinthians vai muito bem contra os equatorianos em São Paulo. Foram cinco vitórias em cinco confrontos, com 18 gols marcados e nenhum sofrido.

O último embate fez parte da campanha do título alvinegro da Libertadores de 2012. A equipe então comandada por Tite enfrentou o Emelec nas oitavas de final daquela edição, e, após empate sem gols fora do Brasil, bateu os sul-americanos no Pacaembu por 3 a 0, com gols de Fábio Santos, Paulinho e Alex, frente a 34 mil torcedores,


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •