Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os delegados Guilherme Torres e Demetrius Queiroz, titular e adjunto, respectivamente, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), falaram na manhã desta sexta-feira (2/8), sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva em nome dos primos Abraão Matos Santos, 23, e Diego Matos da Silva, 23, procurados pela autoria de latrocínio tentado que teve com vítima um estudante universitário de 20 anos.

De acordo com Guilherme Torres, o crime aconteceu no dia 6 de maio deste ano, em uma parada de ônibus na rodovia Deputado Vidal de Mendonça, antiga avenida Torquato Tapajós, bairro Flores, zona centro-sul da cidade. Segundo o delegado, no dia do delito, a vítima estava voltando da faculdade quando desceu do transporte coletivo e foi abordada pelos infratores. Na ocasião, Abraão portava uma arma de fogo, e Diego estava munido de uma faca.

“Abraão abordou a vítima e o estudante reagiu, travando luta corporal com os primos. Nesse momento, Abraão efetuou dois disparos de arma de fogo para o alto, enquanto Diego desferiu dez facadas na vítima. Os golpes atingiram as costas do jovem. Em seguida, dupla empreendeu fuga do lugar, sem levar nada. Ressalto que o jovem permanece internado em uma unidade hospitalar da capital”, relatou Torres.

Conforme Demetrius Queiroz, Abraão morava nas proximidades do local onde aconteceu o crime e, após o delito, os indivíduos empreenderam fuga para uma área de mata naquele mesmo bairro. A autoridade policial destacou que, durante as investigações em torno do caso, os policiais civis chegaram até a identidade dos primos. Em seguida, foi representado à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome deles. A ordem judicial foi expedida no dia 1º deste mês, pela juíza Eulinete Melo Silva Tribuzy, da 10ª Vara Criminal.

“Durante as investigações, obtivemos a informação de que Diego estava em Itacoatiara, município distante 176 quilômetros em linha reta da capital. Deslocamos uma equipe até o local. Conseguimos prender Diego na tarde de quinta-feira (1º/8), por volta das 16h, no bairro Tiradentes, naquele município. A prisão de Abraão foi efetuada naquele mesmo dia, por volta das 17h, na casa dele, localizada na comunidade Santa Cruz, bairro Flores, em Manaus”, explicou Queiroz.

Procedimentos – Abraão e Diego foram indiciados por tentativa de latrocínio. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da DERFD, os dois serão conduzidos ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irão permanecer à disposição da Justiça.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •