Foto: Aguilar Abecassis/CMM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A vereadora professora Jacqueline (PHS) protocolou na Câmara Municipal de Manaus (CMM) Indicação de Nº 2993 ao prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, para que seja feito um estudo de viabilidade para a adoção de tecnologia que transforma plástico recuperado em insumo para asfalto mais resistente e ecológico no Município de Manaus.

A Indicação se justifica pela existência de uma série de iniciativas voltadas para evitar o consumo desnecessário de plástico no Brasil, e como consequência, na capital amazonense.

Desde a década de 70, na Europa e nos Estados Unidos, por exemplo, o plástico já servia como elemento para a criação de estradas mais resistentes e que melhor absorvessem o impacto. Na época, entretanto, essa iniciativa era feita com plásticos novos e não os que haviam sido descartados. Nessa época ainda não haviam grandes estudos sobre o impacto que o excesso de resíduos plásticos poderia trazer ao meio ambiente.

Hoje, com os avanços tecnológicos, países como a Índia já possuem 100 mil km de estradas feitas de plástico que também tornam os caminhos mais resistentes ao calor e a variações de temperatura e reduzem o barulho produzido pelo tráfego. Segundo os desenvolvedores, não há custos de manutenção para os primeiros cinco anos e a resistência da técnica é duas vezes melhor que a comum, já que o material também é resistente à água. Dessa forma, há uma economia.

Na Inglaterra, também existem empresas que removem os resíduos plásticos dos oceanos e aterros sanitários exatamente para o mesmo fim: construção de estradas.

Sendo assim, a Indicação da vereadora Jacqueline tem como principal objetivo concretizar ações que possam aproveitar o lixo plástico, que muitas vezes é descartado de forma inadequada em igarapés e em outros lugares impróprios da cidade de Manaus.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •