Foto: Valter Leandro
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A vereadora Mirtes Salles (PL) apresentou na segunda-feira (20/01) durante a primeira reunião do grupo de apoio aos pacientes com alopecia areata, da Fundação Alfredo da Matta (Fuam), localizada no bairro Cachoeirinha, zona Sul da capital amazonense, o projeto Fios de Vida, de sua autoria, que tem o objetivo de construir um caminho de amor, num processo de arrecadação de fios de cabelos para fabricação e doação de perucas, contribuindo para melhoria da qualidade de vida do público alvo envolvido, mostrando que a mulher pode se sentir bonita e feminina com o uso de perucas e assim resgatar sua autoestima. A reunião foi realizada no auditório Damião Litaiff, sede da instituição.

Samia Albuquerque, 18, diagnosticada há dois anos com alopecia areata, disse que ter conhecido o projeto Fios de Vida foi uma honra e, quando terminar o tratamento irá doar um tufo de cabelo para o projeto.

No encontro, estiveram presentes a Dra. Danielle Westphal, médica dermatologista responsável pelo ambulatório de tricologia da Fundação Alfredo da Matta e o psicólogo Paulo Martins, também da Fuam, assim como o hairstylist Elias Torres, parceiro do projeto Fios de Vida.

O que é Alopecia Areata

Está associada a doenças autoimunes e pode ser agravada por consequência de traumas ou desequilibro emocional, como estresse. Nessa forma de alopecia, a perda de pelos e cabelos é rápida e resulta em falhas circulares em algumas áreas do corpo, mas também pode chegar ao tipo universal, que afeta todos os pelos do corpo, incluindo sobrancelhas, barba e até pelos pubianos.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •