Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para homenagear os profissionais de saúde que atuaram na linha de frente no combate ao novo coronavírus, causador da Covid-19, o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto estampou imagens dos servidores nos elevadores da unidade. As fotos fazem parte do projeto “Além das Máscaras”, desenvolvido pelo psicólogo do hospital, Alexandre Cavalcante.

Cerca de 400 profissionais e mais de 500 fotografias foram tiradas durante o mês de maio. Segundo Cavalcante, a humanização e a valorização dos servidores foi o foco da ação desenvolvida pelo psicólogo e apoiada pela direção do hospital, que providenciou a impressão e adesivagem dos elevadores.

“Eu acredito que aquilo (sessão de fotos) melhorava o dia deles, afinal era um momento em que eles não estavam ali só para trabalhar, mas se sentir lembrados também. Então, muitos começavam a anotar mensagens de carinho nas luvas, nos seus aventais, para mostrar às pessoas que vissem as fotos que existe uma equipe capacitada para cuidar delas aqui dentro”, acrescentou o psicólogo.

De acordo com a diretora do hospital, Alessandra Santos, foi feita uma seleção das fotografias tiradas, e todos os elevadores do hospital agora estampam as imagens, que representam o empenho de todos os profissionais de saúde.

“Os colaboradores, todos gostaram. Eles se sentiram homenageados, porque nessas fotos a gente consegue mostrar a expressão, a emoção, o sentimento de cada um diante dessa pandemia, que foi uma coisa que abalou muitas pessoas”, explicou a diretora.

Ainda de acordo com a diretora, o sentimento de gratidão é a mensagem principal da homenagem. “Não só eu, mas toda a equipe, somos gratos um pelo trabalho do outro, porque foi um momento em que a gente realmente se uniu para poder vencer essa pandemia aqui no Hospital 28 de Agosto”, disse.

Melhora no atendimento – Alexandre Cavalcante conta que, durante os registros, buscou retratar a todos os profissionais que atuam no hospital. Além das imagens nos elevadores de todos os andares da unidade, os servidores receberam do psicólogo as fotografias digitais para compartilhar com amigos e familiares.

“Por isso eu fotografei a equipe de limpeza, da cozinha, segurança, serviços essenciais, e em seguida enviei as fotos a todos os funcionários, assim eles poderiam compartilhar com amigos e familiares a luta diária”, contou ele.

O projeto de humanização no momento de crise impactou positivamente o cotidiano dos profissionais de saúde e também dos pacientes, na avaliação do psicólogo. Segundo Alexandre, a ação refletiu no atendimento prestado.

“Eu acredito que são práticas de humanização que reproduzem o autocuidado. Talvez o melhor resultado de um projeto como esse seja unir as pessoas e melhorar o dia do servidor, porque quem ganha é o paciente com o atendimento que transmite a humanização que a equipe recebeu”, finalizou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •