Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O amor e a proteção aos animais e a biopirataria são os principais temas de duas atividades realizadas por alunos do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Eng. Prof. Sérgio Alfredo Pessoa Figueiredo, no bairro Cidade de Deus, zona norte da capital. O projeto “Cãociência” e a exposição fotográfica “Nossos Pets” apresentaram os temas de forma lúdica, dentro e fora da instituição de ensino.

O projeto “Cãociência” aborda vários temas relacionados à proteção animal, incluindo o direito dos pets, a guarda responsável, além de problemáticas como maus-tratos, abandono e até biopirataria. Já a exposição fotográfica “Nossos Pets” conta com um acervo de mais de 60 fotografias dos estudantes e de/ou seus animais de estimação.

As atividades foram organizadas pela professora de Biologia do Ceti, Dariene Santos. “Os objetivos das atividades são retratar as relações afetivas entre as pessoas e seus bichinhos e mostrar, para a comunidade escolar, a importância do cuidado correto com os animais, seja no ambiente doméstico ou na rua”, explicou a educadora da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM).

Da sala de aula para a comunidade – Os projetos foram primeiramente realizados na própria instituição de ensino, durante a Semana do Meio Ambiente, mas foram além do pátio do Ceti. Pelo segundo ano consecutivo, as exposições fizeram parte da Virada Sustentável Manaus – evento realizado em várias partes da capital e que objetiva chamar a atenção para a preservação da floresta. 

“Vemos isso [exposição fora da escola] como uma importante ferramenta de divulgação científica e preparação dos alunos para desafios futuros. Vale ressaltar que dois dos alunos que participaram em 2018 retornaram este ano, desta vez como voluntários”, ressaltou Dariene.

A experiência foi gratificante e enriquecedora, nas palavras da aluna Thaís Mikely, especialmente para seu conhecimento científico na área de Biologia. Quem concorda é Mônica Campos, estudante que também foi voluntária na atividade no Bosque da Ciência, durante a edição 2019 da Virada.

“Foi um dia repleto de interação com a Natureza. Conheci profissionais da área de Ciências Biológicas. E ainda pude falar sobre os cuidados com os animais domésticos, o que me fez ficar ainda mais impressionada e apaixonada pelas questões ambientais. Espero participar no próximo ano novamente e criar mais experiências boas como essa”, assinalou Mônica.

Destaque nacional – Além dos projetos realizados, os alunos também desenvolveram uma iniciativa na temática, pela qual representarão o Ceti Sérgio Alfredo Pessoa Figueiredo em nível nacional. Durante a Startup in School, competição promovida pelo Google na escola em junho, a equipe vencedora apresentou um aplicativo que tem como objetivo o resgate de animais de rua e a redução do alto índice de abandono em Manaus. Intitulado “Animalife”, o app tem como proposta mapear animais abandonados na cidade.

O grupo campeão se prepara para, em outubro, representar a região Norte em um Day Camp de aceleração, no Google Campus, em São Paulo. Caso os amazonenses vençam a etapa nacional, eles terão a oportunidade de desenvolver o app voltado para animais.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •