Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A sorte do grupo de funcionários da liderança do PT na Câmara que ganhou R$ 120 milhões na Mega-Sena na última quarta-feira (18/09/2019) gerou uma onda de piadas e memes na internet e nos corredores do Congresso, mas uma provocação irritou especialmente os petistas: a do ministro da Educação, Abraham Weintraub.

“Vamos processá-lo”, garantiu o líder do partido na Casa, deputado Paulo Pimenta (RS), que não está entre os ganhadores. “O ministro revelou não só inveja, ódio e preconceito, como cometeu crime contra pessoas que ele não conhece, que não fizeram nada contra ele”, disse o parlamentar nesta quinta-feira (19/09/2019), na porta da Liderança.

“Ofendeu de uma maneira agressiva as pessoas como se o fato de elas serem petistas e ganharem na Mega-Sena significasse algo mais do que sorte, do que algo a se celebrar”, completou.

Weintraub ironizou o prêmio em uma série de posts no microblog Twitter. “URGENTE: grupo de petistas fica milionário e, aparentemente, não há roubo na parada. Foi um mero acidente”, escreveu o ministro. “Os ganhadores da loteria já passaram no shopping para comprar cuecas extra grandes? (Velhos hábitos…)”, postou ainda, em referência a um caso de 2005, quando um assessor do deputado petista José Guimarães (SP) foi preso com dinheiro escondido na cueca. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •