Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Assistir aulas, revisar conteúdos, escrever redações e respirar nos intervalos. Um dia tem 24 horas, mas por vezes não parece suficiente. É  importante que você administre bem o seu tempo e isso implica definir quantas horas serão dedicadas aos estudos, bem como em que momento do seu dia isso irá ocorrer. Mas afinal, qual seria o melhor horário para estudar? Este é o assunto do post de hoje!

Estudar à luz do dia? 

Um conhecido ditado brasileiro diz que “Deus ajuda a quem cedo madruga”. Acordamos cedo para ir à escola, ao trabalho e fazer tantas outras atividades. Porém, deixando a análise sociológica de lado, estudar durante o dia pode te trazer muitos benefícios!

A razão é mais fisiológica do qualquer outra: é durante o período da manhã e tarde que nosso cérebro se encontra mais descansado, resultado de uma (boa) noite de sono. Portanto, esse é o período ideal para você aprender novos conteúdos ou revisar o que já estudou.

Estudar à luz da luminária?

Se estudar durante o dia tem benefícios, o período da noite também tem suas vantagens. A primeira delas é fornecer um ambiente mais calmo e com menos distrações. Normalmente, é durante a noite que a casa está mais sossegada, os vizinhos desligam o som alto e as obras param – ninguém merece!

Além disso, estudos apontam que dormir após uma sessão de estudos pode ajudar na fixação do que foi aprendido. Vale ressaltar que é preciso atenção às suas horas de sono, lembrando que 8 horas é o número indicado para um sono saudável.

Conclusão

Quando se trata de estudar, seja para o vestibular, seja para aprender um novo idioma, sempre precisamos buscar o que melhor funciona para a gente. Dessa forma, é você quem decide se estudar durante o dia ou à noite é o melhor. Faça testes, compare e decida – só não deixe de tentar. (Blog do QG)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •