Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fiscais da Vigilância Sanitária (Visa Manaus) interditaram, nesta terça-feira, 15, quatro drogarias que atuavam ilegalmente na zona Norte da cidade. Em parceria programada com o Conselho Regional de Farmácia no Amazonas (CRF/AM), as ações de fiscalização constataram a falta de documentação legal e da licença sanitária nos estabelecimentos para a comercialização de medicamentos ao público.

"Identificamos drogaria funcionando com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE de padaria", disse Fernando Branco, da Gerência de Vigilância em Produtos, ao citar o caso da empresa JP Comércio de Pães Ltda, localizada na avenida Amazonino Mendes, bairro de Santa Etelvina.

Os estabelecimentos interditados encontravam-se em péssimas condições, colocando em risco a saúde da população. A blitze apreendeu grande quantidade de medicamentos sem registro, inclusive antibióticos e encontrou drogarias que aplicavam injetáveis sem autorização do órgão fiscalizador, além de estruturas precárias e sem higiene para atendimento ao público.

A ação durou cerca de quatro horas e outras drogarias também foram interditadas pelos fiscais. Os estabelecimentos comerciais identificados como ‘Medicamentos Populares do Brasil’, ‘Drogaria Saldanha’ e ‘Drogaria Santa Edwiges’, além de interditados, foram autuados e, agora, terão um prazo que varia de 30 a 90 dias para a regularização. "Até o final do tempo para manifestação dos respectivos proprietários, todos os estabelecimentos permanecerão fechados", assegurou o gerente Fernando Branco.

As fiscalizações da Visa Manaus irão continuar em parceria com o Conselho Regional de Farmácia. Para denúncias sobre irregularidades sobre o funcionamento de drogarias e farmácias, a população pode ligar para o Disque Visa0800 092 1234, em horário comercial.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •