Senator Flavio Bolsonaro, a Social Liberal Party (PSL) member for Rio de Janeiro state, listens during a confirmation hearing for Roberto Campos Neto, president of the Central Bank of Brazil nominee for Brazilian President Jair Bolsonaro, not pictured, in Brasilia, Brazil, on Tuesday, Feb. 26, 2019. Campos Neto in his initial remarks ticked off several boxes on the investor wish list, such as reaffirming the need for fiscal discipline, inflation control, and central bank autonomy. Photographer: Andre Coelho/Bloomberg
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O senador Randolfe Rodrigues (Rede) afirmou que as revelações do empresário Paulo Marinho mostram a interferência de Jair Bolsonaro e de sua família na Polícia Federal, já ocorria antes mesmo do início de seu governo.

“As revelações feitas por Paulo Marinho são gravíssimas!”, afirmou o senado, informando que vai pedir a cassação de Flávio Bolsonaro.

“Em decorrência disso estaremos, na segunda-feira, protocolando no Conselho de Ética do Senado, um pedido de investigação, e caso comprovados os fatos, entraremos com pedido de cassação do Senador Flávio Bolsonaro”, disse.

“Além disso, iremos peticionar ao inquérito que tramita no STF sobre a interferência de Bolsonaro em investigações em curso na Polícia Federal, para que no âmbito desse inquérito presidido pelo ministro Celso de Mello, o Sr. Paulo Marinho seja ouvido”, acrescentou. (Brasil 247)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •