Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ratinho e o SBT terão de pagar R$ 400 mil após afirmar em seu programa que um padre era gay. O apresentador terá que desembolsar a quantia por ter exibido, em 1999, uma matéria inventada que dizia que um morador de Astorga, no Paraná, largou a esposa para viver com o religioso que celebrou seu casamento.

A história falava que um morador da cidade de Astorga (Paraná) havia largado a mulher para ir morar com o padre que celebrou seu casamento. Além da notícia não ser verídica, o programa de Ratinho no SBT exibiu a imagem de um outro padre.

Os dois padres entraram na Justiça pedindo indenização por danos morais e acabaram vencendo, finalmente, após duas décadas, segundo informou com exclusividade no domingo 16/06 o colunista Lauro Jardim, de “O Globo”.

De acordo com o jornal “O Globo”, o famoso terá que desembolsar a quantia aos dois homens.

Vale destacar que o processo chegou ao fim após mais de 20 anos. A indenização que a Justiça determinou é por danos morais.

(Com informações de Famosidades)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •