Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A deputada federal Rebecca Garcia (PP/AM) defendeu, essa semana, durante discurso no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, um debate amplo sobre infraestrutura e logística, principalmente, na Região Norte, que traga sugestões para harmonizar os modais ferroviário, rodoviário, aquaviário, aeroviário, dutoviário e infoviário.

Para aprofundar e trazer soluções para a questão, a parlamentar vai propor uma audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC), da Câmara dos Deputados. Na próxima semana, ela apresentará um requerimento fazendo a solicitação e articulará a realização do debate entre os seus colegas de parlamento.

De acordo com ela, o sistema logístico brasileiro é deficitário e uma integração entre os modais permitirá ao Brasil ter, finalmente, um sistema logístico que alavanque e não atrapalhe seu desenvolvimento.

“O Brasil, com seus mais de oito milhões e 500 mil quilômetros quadrados, se dá ao luxo de praticamente apartar uma região como a Amazônia, cobiçada pelo mundo inteiro. É mais barato trazer um conteiner da China para São Paulo que da Zona Franca de Manaus para São Paulo”, afirmou Rebecca.

No seu discurso, a deputada destacou o Plano Brasil de Infraestrutura Logística, o PBLog, trabalho realizado pelo Conselho Federal de Administração (CFA) e o Conselho Regional de Administração (CRA), sediado no Amazonas, e que foi coordenado pelo doutor em Engenharia de Produção, Logística e Transporte, o amazonense Antônio Jorge Cunha Campos.

Segundo a parlamentar, o estudo mostra uma visão global da logística no Brasil, permitindo entender a razão de tantos navios parados nos portos, caminhões demorando nas estradas e produtos cada vez mais caros na mesa dos brasileiros. Demonstrando onde está o foco da necessidade de investimento.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •