Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após usar as redes sociais para convocar os seguidores a comparecerem na manifestação de apoio ao governo, em 15 de março, a atriz Regina Duarte recuou e excluiu uma das publicações. No Instagram, a futura secretária especial da Cultura chamou os apoiadores para o ato “contra o Congresso“. As informações são de Metrópoles.

A primeira publicação, que continua na página da artista, era a mesma que aparecia na mensagem enviada por Bolsonaro para contatos e que, depois de revelada pela jornalista Vera Magalhães, de O Estado de S.Paulo, gerou um amplo debate acerca da ameaça à democracia.

Na imagem, a atriz diz: “15 de março. Gen Heleno/Cap Bolsonaro. O Brasil é nosso, não dos políticos de sempre”. Já na segunda publicação, que foi excluída, estava escrito o objetivo de realizar manifestações contra o Legislativo.

“O presidente Jair Bolsonaro está disparando de seu celular pessoal um vídeo em tom dramático que mostra a facada que sofreu em 2018 em Juiz de Fora para dizer que ‘quase morreu’ para defender o país e agora precisa que as pessoas vão às ruas no dia 15 de março para defendê-lo. O ato do dia 15 de março está sendo convocado por movimentos de direita em defesa do governo e contra o Congresso”, dizia a mensagem.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •