Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Comissão Intergestores Bipartite do Amazonas (CIB/AM) aprovou, na segunda-feira (17/02), a ampliação do serviço de nefrologia com a habilitação e o credenciamento do Hospital Beneficente Portuguesa. Também foram aprovadas outras cinco pautas referentes a ações de saúde pública nos municípios do Estado.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde (Susam), Rodrigo Tobias, a ação, além de ampliar a oferta de serviços, diminui os gastos do Estado com empresas. “A gente diminui os nossos contratos com as empresas que oferecem serviços nos nossos hospitais e prontos-socorros (HPS), porque cada sessão de hemodiálise dentro dos HPS custa, pelo menos, dez vezes mais do que uma sessão de hemodiálise nas redes credenciadas”, explicou.

No parecer, a secretária executiva de Atenção Especializada da Capital da Susam, Dayana Mejia de Souza, afirma que no Estado cinco estabelecimentos estão habilitados como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Nefrologia.

“Tendo em vista o crescimento constante da demanda e a necessidade de ampliação dos serviços de Nefrologia, a Susam está pleiteando a habilitação da Sociedade Portuguesa Beneficente do Amazonas junto ao Ministério da Saúde”, disse a secretária.

A proposta da habilitação do serviço vai atender 180 pacientes renais crônicos, sendo 144 pacientes em hemodiálise e 36 pacientes em diálise peritoneal com um total de 30 máquinas funcionando em três turnos.

Também foram aprovadas a habilitação do Centro Especializado em Reabilitação no município de Iranduba e a habilitação de Centro de Implante Coclear no Hospital Getúlio Vargas (HUGV).

A Comissão – A CIB/AM é a instância colegiada que reúne secretários municipais e a gestão estadual para traçar estratégias e deliberar sobre a execução das ações e serviços de saúde.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •