Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A atriz Rita Cadillac decidiu se manifestar após receber críticas nas redes sociais por ter pedido o auxílio emergencial de R$ 600 do governo em meio à pandemia de coronavírus. Em entrevista à revista Veja, ela abriu o coração.

“Chorei com as agressões que sofri por ter recebido o auxílio emergencial. Não fui eu que me aprovei, foi o governo. As pessoas têm de ponderar, não sou considerada uma artista de classe A, minha casa é simples, moro de aluguel. Não tem entrado um real na minha conta”, disse.

“Não sei se a pandemia vai transformar o mundo para o bem, mas espero que sim. Quanto a mim, o que vai mudar é a vontade de trabalhar. Se antes já era muita, com o fim da crise ela vai dobrar. Pode ter certeza”, refletiu ainda a atriz, que completou 66 anos neo sábado (13/06).

Sobre o isolamento social, Rita afirmou que está sendo um período “muito duro”. “Nunca imaginei que iria passar por uma coisa dessa, que impede a gente de sair, ver os amigos e trabalhar. É horrível, você fica triste, mas ao mesmo tempo agradece a cada dia que acorda e está viva”, declarou. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •