Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Orlando Amaral, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), coordenou ação que resultou na prisão em cidade de Recife (PE), de André Hilário Barbosa, 36, integrante da quadrilha que assaltou no dia 16 dezembro de 2013, por volta das 14h20, uma agência bancária localizada na rua Miranda Leão, no Centro de Manaus, Zona Sul da cidade.

O homem foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido no dia 19 de fevereiro deste ano pela juíza Andréa Jane Silva Medeiros, da 2ª Vara do Tribunal do Júri. O fato ocorreu por volta das 10h, em via pública, no momento em que ele saía da residência dele, naquela cidade. A ação contou com o apoio de Policiais Civis do estado de Pernambuco.

Durante coletiva de imprensa realizada na tarde de hoje na sede da DERFD, em Manaus, o Delegado Orlando Amaral revelou detalhes da investigação que já prendeu quatro pessoas envolvidas no crime.

“André é a quarta pessoa que estamos prendendo por participar do roubo à agência bancária. As investigações irão continuar. O serviço de inteligência da DERFD já identificou mais dois elementos, supostamente envolvidos no crime, que estariam no interior do estado do Ceará. Quatro investigadores foram deslocados até o Nordeste com o objetivo de cumprir os mandados de prisão, Durante as diligências foi constatado que dois teriam ido para Pernambuco e ontem conseguimos prender André”, declarou.

Na ocasião, Amaral declarou ainda que oito pessoas participaram do assalto à agência e que o restante dos componentes da quadrilha já foram todos identificados.

André irá responder pelo crime de roubo majorado (Artigo 157 do Código Penal Brasileiro). Ao término dos procedimentos cabíveis realizados na unidade policial, ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

Entenda o caso

No dia 17 de dezembro de 2013 Alexandre Pazon Felix, 53, conhecido como “Pazon”, e o filho de criação dele, Ivo Cristiano Pereira Oliveira, 28, foram presos em flagrante por volta das 22h, numa pizzaria situada na avenida Joaquim Nabuco, naquele bairro, por envolvimento no roubo à agência bancária.

Na época a Polícia Civil recuperou com a dupla R$ 50 mil em espécie, proveniente do assalto, quatro capacetes, uma sacola grande utilizada para armazenar o dinheiro roubado, além de apreendidos dois automóveis sendo um Voyage de cor preta e placas NRH– 3839 e um Corsa Classic de cor preta e placas NXD-2481, que, de acordo com o Delegado da DERFD, foram utilizados para dar fuga aos infratores.

Daniel Guedes dos Santos, 26, conhecido como “Negão”, foi preso na noite do dia 25 de dezembro de 2013, por Policiais Civis lotados na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, localizado na avenida Santos Dumont, bairro Tarumã, Zona Oeste da capital. Ele iria embarcar para Fortaleza (CE) com documento falsificado em nome de Paulo José do Nascimento. Com ele os investigadores recuperaram e R$ 14,2 mil, oriundo do assalto.

Em depoimento, Daniel confessou envolvimento no crime e revelou que recebeu R$ 20 mil pela participação no delito. Ele disse que chegou a Manaus três dias antes do roubo, a convite de Alexandre Pazon Felix, o “Pazon”, preso no último dia 17. O homem alegou ainda que R$ 5,8 mil, procedente do assalto, ele utilizou para quitar dívidas e gastou com mulheres e bebidas.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •