Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – No dia em que empatou contra o Corinthians, além de falar sobre seu futuro no Santos, o técnico Jorge Sampaoli deixou transparecer preocupação com lado financeiro do clube para 2020. Ao comentar o assunto, ele lembrou a negociação do jovem Rodrygo com o Real Madrid.

“Não esqueçam que, nesse ano, o time teve a venda do Rodrygo e, no ano que vem, não terá. Economicamente, desconheço a situação do clube para ver quem terá que sair, quem terá que chegar e quanto se pode gastar. Não falei diretamente com o presidente para saber realmente o que ele vai fazer no próximo ano”, afirmou.

Contratado pelo Santos após passagem turbulenta pela seleção argentina, encerrada na Copa do Mundo da Rússia 2018, Sampaoli se disse satisfeito na cidade. Por outro lado, reiterou que ainda não teve um encontro com o presidente José Carlos Peres para planejar a próxima temporada e deixou seu futuro em aberto.

“Precisa corrigir um monte de erros desse ano e ver como aproveitar o dinheiro que o clube tem para enfrentar o ano que vem. Se não puder trazer ninguém e, ainda por cima, tiver que vender… Por isso, desconheço a realidade e não posso ficar falando de hipóteses”, afirmou.

Atualmente, o Santos tem 52 pontos e figura no terceiro lugar do Campeonato Brasileiro, atrás de Flamengo e Palmeiras. Pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time dirigido por Jorge Sampaoli entra em campo para encarar o Bahia às 19h15 (de Brasília) desta quinta-feira, no Estádio da Vila Belmiro.

“Com o plantel que temos, estou feliz com o que fizemos neste ano. É minha primeira experiência no Brasil, não é fácil para um treinador argentino. Em quase 10 meses, consegui que o time jogue de uma determinada forma. Estou em uma cidade que me respeita muito, mas há que analisar muito bem o plantel”, ponderou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •