Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

O técnico Cuca liberou David Braz e Vecchio da partida do Santos contra o Botafogo, no sábado, por causa de negociações em andamento. No caso do zagueiro, a “dispensa” faz sentido, já que o Sivasspor-TUR fez uma proposta oficial e o Peixe aceitou. A situação do argentino, porém, gerou um mal-estar.

No relato dos representantes do meia, não há uma oferta formalizada por Vecchio, e sim apenas o interesse do Al-Jazira, de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Dessa forma, não faria sentido liberar o meio-campista do jogo pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ainda na versão dos empresários, Vecchio não foi avisado pelo Santos do interesse dos Emirados Árabes e nem da liberação para o jogo de sábado. A divulgação nas redes sociais do Peixe irritou o meio-campista e também David Braz.

“Vecchio e David Braz não enfrentam o Botafogo. Ambos negociam uma possível saída e não estarão à disposição da comissão técnica”, publicou o Santos.

O representante, porém, garante que não trouxe nenhuma oferta e que a negociação parte exclusivamente do presidente José Carlos Peres e do executivo de futebol Ricardo Gomes. Ambos não retornaram ao contato da reportagem.

David Braz é titular e um dos capitães do elenco, mas vem sofrendo cobranças duras do torcedor. Vecchio é reserva e pouco utilizado. Após sequência como titular no início da temporada com o técnico Jair Ventura, o argentino perdeu espaço e costuma só completar o banco de reservas. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares