Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Santos está insatisfeito com o VAR do Campeonato Brasileiro. Depois dos gols anulados do seu ataque contra o Flamengo e de sofrer outros dois gols contra o Vasco justamente com a influência da tecnologia, o clube da Baixada Santista não ficou parado e mandou uma reclamação para a CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

“Encaminhamos ofícios com lances, material desenvolvido pela análise de desempenho mostrando situações, questionamentos. Resultado não muda, mas clamamos por mais critérios, regulamentos mais tratados”, comentou Pedro Doria, membro do Conselho de Gestão do Peixe, em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta quinta-feira.

Os lances ocorridos nas partidas contra o Santos eram extremamente complexos. Por isso, a análise dos responsáveis pelo VAR levou mais tempo do que o normal, deixando os jogos paralisados por um tempo considerável.

“Se em cinco minutos não se define, não podemos esperar mais tempo. É inadmissível. Precisa ter um tempo balizador. Se em dois ou três minutos não se tomou decisão, a decisão é do árbitro”, questionou Pedro Doria.

Em duas rodadas, o Santos perdeu cinco pontos no Campeonato Brasileiro jogando em casa. Por isso, o técnico Cuca também se mostrou muito irritado com o VAR e a arbitragem do Brasileirão. O Peixe também questiona lances das derrotas contra Internacional e Palmeiras. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •