Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Democratas (DEM) Nacional decidiu, nesta terça-feira (02/06), expulsar a militante bolsonarista Sara Fernanda Giromini, conhecida como Sara Winter, do partido. As informações são de Metrópoles.

A ativista teve a filiação partidária cancelada, segundo informou o DEM em nota, por descumprir os deveres éticos previstos no estatuto da sigla. Ela lidera o movimento “300 do Brasil” que, entre outros pontos, prevê treinamento militar para os defensores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“O Democratas repudia, de forma veemente, quaisquer atos de violência ou atentatórios ao Estado de Direito, ao Regime Democrático e às instituições brasileiras”, informou a sigla, em nota.

O texto sobre a desfiliação de Sara Winter é assinada pelo presidente nacional do partido, Antonio Carlos Magalhães Neto, o ACM Neto, atual prefeito de Salvador (BA).

Sara Winter

Ex-feminista, Sara Winter é líder do grupo de extrema-direita “300 do Brasil“. Junto a outros bolsonaristas, ela é alvo da Polícia Federal (PF) no âmbito do inquérito das Fake News.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •