Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado Saullo Vianna poderá perder sua cadeira na Assembleia Legislativa do Estado caso o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas julgue procedente a ação de infidelidade partidária impetrada pelo Cidadania, antigo PPS, no último domingo (17). Os autos estão nas mãos desembargador eleitoral Abraham Peixoto Campos, relator da ação.

De acordo com informações do Blog da Rosiene Carvalho, o Cidadania quer que o coronel Amadeu Soares assuma a vaga de Saullo Vianna na Assembleia Legislativa do Estado.

O Cidadania pede que Amadeu Soares tome posse em 10 dias. Saullo Vianna é acusado de infidelidade partidária. O partido alega que decidiu ser oposição ao Governo Wilson Lima e Saullo continuou votando com a base do executivo.

Expulsão

Em assembleia ordinária no último dia 7, o diretório do Cidadania resolveu expulsar de suas fileiras por infidelidade partidária o deputado estadual Saullo Vianna, eleito em 2018.

Em setembro, o processo de expulsão do parlamentar havia sido admitido pela comissão de ética do partido, quando o deputado estadual aceitou ser vice-líder do governador Wilson Lima na Assembleia Legislativa.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •