Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Com intuito de apoiar artistas e os mais diversos profissionais que compõem a cadeia produtiva da cultura e da economia criativa no estado, o Governo do Amazonas lançou, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, um canal de atendimento para dar suporte à classe.

Entre os serviços prestados estão informações sobre medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus; esclarecimentos sobre o edital “Fica Na Rede, Maninho”, que selecionará até 300 propostas para realização de atividades artísticas de conteúdo virtual; cadastro no mapeamento dos artistas do estado para identificar o perfil e a situação de artistas, produtores culturais, técnicos e demais profissionais criativos, diante das medidas de enfrentamento da Covid-19; e encaminhamentos para profissionais como assistentes sociais, psicólogos e programas sociais.

A iniciativa visa amenizar os impactos causados pelo isolamento social, uma recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para inibir a propagação do novo coronavírus. A linha direta com a pasta funciona diariamente, das 8h às 20h, por meio dos telefones (92) 3232-5555 e 99177-6442 (WhatsApp), e do e-mail [email protected]gov.br.

O secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, destaca que uma equipe da secretaria foi treinada para realizar o atendimento e que parcerias foram criadas para disponibilizar os encaminhamentos.

“Desde o início da crise estamos atentos às necessidades desses profissionais e entendemos que precisamos disponibilizar esse suporte”, comenta o titular da pasta. “Treinamos uma equipe para fazer esse contato e articulamos parcerias com outros órgãos para atender às demandas com muita responsabilidade e realizando todos os procedimentos necessários para os devidos encaminhamentos”.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •