Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Resgatar a essência de ser pedagogo. Esta é a proposta do curso de Ressignificação da Prática Pedagógica na Escola, iniciado na última terça-feira (30/07), como primeira atividade da plataforma digital Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM).  

Ao todo, o curso tem 160 horas e aborda a importância do papel do pedagogo na escola como agente articulador e individualizado junto ao estudante, em prol da efetivação da aprendizagem, como explica a diretora do Centro de Formação Padre José Anchieta (Cepan/Seduc-AM), Adriana Moreno.

“O objetivo é oferecer, em nível de aperfeiçoamento, a formação continuada para pedagogos e professores que exercem a função de apoio pedagógico a fim de desenvolver habilidades e competências básicas para atuar com proficiência na organização de diferentes ações e processos pedagógicos, dentro das unidades de ensino”, assinalou a diretora.

De acordo com Anne Caroline Brusso da Silva, pedagoga da Escola Estadual Ribeiro da Cunha, a formação continuada é essencial para a atualização dos novos métodos de ensino-aprendizagem. “Principalmente nós, da Educação, precisamos continuar a estudar. E o curso nos fará debater, discutir outras metodologias, trocar estudos de caso e compartilhar informações”, ressaltou. 

Trabalho conjunto – A formação é resultado do trabalho conjunto com o Cepan, o Departamento de Políticas e Programas Educacionais (Deppe) e a Secretaria Executiva Adjunta Pedagógica (Seap) da Seduc-AM. O acompanhamento do curso será realizado com o auxílio do professor formador de cada módulo, além das coordenações e da equipe de suporte do AVA.

O público-alvo são Pedagogos e Apoios Pedagógicos das escolas da rede estadual de ensino do Amazonas: são 280 profissionais ao todo. Na capital, foram 89 inscritos, enquanto o interior teve um total de 191.

Formação – Em Manaus, os servidores realizarão o curso em Ensino a Distância (EaD) pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA (avaseduc.am.gov.br), com duração de 20 a 30 dias, intercalando momentos presenciais com duração de quatro horas, no início de cada módulo.

Para os cursistas da capital, os encontros serão ministrados pelo professor formador com a presença de tutores e, para os demais municípios, os encontros serão transmitidos por meio do Centro de Mídias do Estado do Amazonas (Cemeam).

AVA – O curso é uma das primeiras atividades iniciadas por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), lançado nesta segunda-feira (29/07), pelo governador do Estado, Wilson Lima, e o secretário de Educação, professor Luiz Castro.

A plataforma digital reúne cinco programas pedagógicos: o Pré-Vestibular Conquistar, os cursos Ressignificação da Prática Pedagógica, Tutoria em EaD, Hora do Saeb e Cemeam Class. Além disso, o espaço também vai reunir conteúdos digitais norteadores para o processo de implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e do Novo Ensino Médio.

“O AVA permite aos estudantes ampliar possibilidades de aprendizagem por meio da revisão de conteúdos curriculares, fortalecendo o que foi trabalhado nas aulas de todas as etapas e modalidade de ensino. A metodologia visa a melhoria do desempenho dos estudantes para exames nacionais, ingresso ao ensino superior, correção de defasagens de aprendizagens, entre outros”, salientou Luiz Castro.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •