Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Desconstruir e ressignificar o espaço da Biblioteca Escolar. Este é o principal objetivo da Formação Continuada que iniciou na segunda-feira (05/08) na Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM). A possibilidade de fazer um cotidiano diferenciado nas instituições de ensino e o resgate e valorização do profissional auxiliar de biblioteca também fazem parte do curso.

A formação é direcionada aos professores readaptados e servidores atuantes nas bibliotecas, que não recebiam formação atualizada desde 2010. A valorização do profissional se dá por meio de um destaque especial: enxergar as bibliotecas como espaços geradores de vida, fomentando nos estudantes o prazer na leitura.

“Queremos desfazer a ideia ‘de castigo, vá pra biblioteca’ e reconstruí-la enquanto ambiente de acolhimento por meio das histórias. Para isso, desenvolvemos esse curso em parceria com o Centro de Formação Profissional Pe. Anchieta (Cepan/Seduc-AM) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) para assinalar a realidade atual e qual a intenção da biblioteca nas escolas”, explicou Vera Lúcia Lourido Barreto, coordenadora de Programas e Projetos Federais da Seduc-AM.

Novos conceitos – A formação busca capacitar tanto os auxiliares recentes quanto atualizar os servidores experientes. A bibliotecária da Seduc-AM, Marilene Freitas, salienta que a finalidade é mostrar novos conceitos em relação a projetos, para quem já está atuando há algum tempo, além de motivar e incentivar a desconstruir qualquer ideia de que a biblioteca precisa ‘ficar sempre em silêncio’. 

Professora readaptada, Sabrina do Carmo Mendonça atua nas Escolas Estaduais Homero de Miranda Leão e Ayrton Senna, e considera a formação de suma importância. “O curso vem agregar para entendermos melhor o processo administrativo da biblioteca, a questão de registro e como tornar o acervo mais prático para os nossos alunos. E, como professores, temos a consciência da importância disso para despertarmos em nossos alunos o hábito da leitura e fazer das bibliotecas lugares vivos”, ressalta.

A formação – “A importância da Biblioteca Escolar no contexto das competências informacionais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC)” foi a primeira palestra, ministrada pelo prof. Dr Raimundo Martins de Lima, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Em seguida, os cursistas aprenderam mais sobre a importância da Biblioteca Escolar na abordagem psicológica motivacional com a exposição do psicólogo e professor especialista, Renato Martins Bezerra de Lima Júnior.

Em seguida, os cursistas aprenderam mais sobre a importância da Biblioteca Escolar na abordagem psicológica motivacional com a exposição do psicólogo e professor especialista, Renato martins Bezerra de Lima Júnior. O fim da primeira etapa é aula prática na Escola Estadual Natália Uchôa, nesta sexta-feira (9).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •