Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seis suspeitos de integrarem uma quadrilha de roubo a bancos foram mortos durante uma operação policial na divisa entre a Bahia e Minas Gerais, na tarde de ontem (25). A perseguição começou na cidade de Encruzilhada, na divisa, quando os policiais baianos se aproximaram e houve confronto com 12 suspeitos. 

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP), o grupo começou a ser monitorado há cerca de uma semana. A quadrilha de assaltantes planejava a realização de um assalto à carro forte na região do município de Salinas, no Estado de Minas Gerais.

Os 12 suspeitos fugiram para o estado vizinho e foi perseguida. Na zona rural do município mineiro de Padre Carvalho houve nova troca de tiros. No confronto, os assaltantes Levi Nunes de Araújo, 39 anos, Valmir Silva Lemos, 34, José Mendes de Sá, 36, e outros três ainda não identificados foram mortos. O restante da quadrilha fugiu por um matagal.

(da esquerda para direita) O mineiro Valmir e os baianos José e Levi foram mortos durante a operação policial. (Foto: Divulgação/SSP)

Levi é natural da cidade mineira de Pedro Carvalho, já Valmir e José são baianos, das cidades de Campo Formoso e Teixeira de Freitas, respectivamente.

A operação começou com equipes das polícias Militar e Federal baianas, e depois contou com apoio de unidades de Minas Gerais. Ainda de acordo com a SSP, a investigação e cerco foi da PM da Bahia. A PM de MG foi acionada por que eles fugiram para o outro estado.

Com o bando foram apreendidos quatro fuzis calibre 7,62 e 5,56, cerca de 100 explosivos, 1.123 munições, entre elas algumas para fuzil russo modelo AK 47 e metralhadora antiaérea calibre 50, detonadores, estopins, coletes balísticos, três pistolas calibres 9mm e 40, carregadores, quatro veículos modelos Duster Oroch, Onix, Ka e Crossfox, além de capuzes, luvas e R$ 864 em espécie.

“Permanecemos com equipes no local fazendo o cerco para capturar os outros seis assaltantes. Sabemos quem é o líder da quadrilha e vamos chegar nele”, avisou o comandante da Cipe Litoral Norte, major Cis de Paula Bahiense. As diligências continuam com o objetivo de localizar os demais integrantes da quadrilha. (Com Correios 24h)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •