Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

METRÓPOLES – Silvia Catra, viúva de Mr. Catra, voltou para o Rio de Janeiro após anos vivendo em São Paulo com o cantor. À jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, ela garantiu não estar passando fome, mas admitiu que precisou recorrer à ajuda da mãe.

“Não temos mais a vida que tínhamos antes, mas não tem ninguém passando necessidade. A mudança foi bem louca. Acordei um dia e vi que precisava de ajuda”, desabafou.

Quase um ano após o falecimento do funkeiro, morto em 9 de setembro de 2018, Silvia recebeu acolhimento da mãe. “Wagner [nome verdadeiro de Catra] não está mais comigo. Antes ele era o pilar da casa e agora não tenho mais ele. E em São Paulo eu estava muito distante da minha família”, disse.

A Fábia, Silvia disse ainda que o cantor Buchecha a ajudou em momentos difíceis. “Ele foi um bom amigo. Wagner sempre vivia rodeado de amigos, mas na hora que mais precisei de verdade foram poucos”, refletiu.

“Todos sabem que o provedor da casa era ele e ninguém veio até mim perguntar se eu estava precisando de alguma coisa”, disse Silvia, que garantiu não ter recebido bens do músico. “Ele trabalhava para o pão de cada dia. Tinha 32 filhos e ajudava todos”, declarou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •