O Galo ainda disputa em 2020 Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

METRÓPOLES – A eliminação precoce na Copa Sul-Americana, ainda na primeira fase, para o Unión, da Argentina, foi bem sentida por todos no Atlético-MG. Para o presidente Sergio Sette Câmara ficou um gostinho de “quase deu”, já que o time venceu por 2 x 0, na quinta-feira (20/02/2020), em Belo Horizonte, mas não conseguiu reverter o 3 x 0 sofrido na ida, fora de casa. “Queremos dessa exibição para melhor”, disse.

Para ter melhor desempenho nas três competições que o Atlético-MG ainda disputará em 2020 – sequências do Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro, a partir de maio -, Sette Câmara revelou que o clube ainda está no mercado atrás de um atacante, mesmo depois das contratações de Diego Tardelli e do argentino Savarino.

“Tivemos pouco tempo de preparação. A evolução do time, de lá para cá, está acontecendo. Tem peças importantes para chegar. Alguns jogadores da partida de hoje (quinta-feira). É a segunda partida do Nathan, o (Guilherme) Arana está longe de plenitude física. Sabemos que carece ainda de um atacante. Estamos procurando. Temos que ter calma, não podemos fazer loucura. Todo mundo sabe a minha forma de trabalhar”, comentou.

O presidente atleticano fez questão de ressaltar que confia plenamente no trabalho do técnico venezuelano Rafael Dudamel, contratado para esta temporada. “Nos dois primeiros anos meus na frente do Atlético-MG, acredito que acertamos bem este ano, em reforços pontuais. Vieram para reforçar e tenho certeza que este time vai entregar muito na mão do Dudamel. Ele está há pouco tempo aqui. É um profissional competente, trabalhador. Sei que a torcida fica muito chateada, ela sai, reclama, critica. A responsabilidade é minha, mas estou confiante que a equipe evolua”, afirmou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •