Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A assessoria de comunicação do deputado Silas Câmara enviou à redação do site Fato Amazônico uma espécie de nota um tanto confusa, digamos assim, sobretudo quanto ao seu real propósito.

Primeiro, a judiciosa assessoria “lamenta” que assuntos do passado, já “resolvidos”, tenham que ser repetidos por sites e blogs.

Pois é. Acontece que no jornalismo, repetir uma história (suitar) é prática usual nos cursos de comunicação e em qualquer redação de jornal por algum motivo ou detalhe técnico, não é verdade?

Depois, no mesmo padrão de ambiguidades, a douta assessoria avocou que todas as contas de campanha do deputado federal Silas Câmara (PRB/AM) foram aprovadas, em todos os exercícios, pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Parabéns!

E conclui em tom professoral, trôpego:

“O dever de informar dos veículos de comunicação, ao qual defendemos de forma veemente, deve ser exercido com sensatez e imparcialidade, e não visando suscitar falsas impressões a respeito de quem quer que seja, sob o risco de induzir as pessoas ao erro, muitas vezes irreparável”.

Respondendo. Com a devida vênia, a judiciosa assessoria do judicioso deputado confunde alho com bugalho. O conteúdo da matéria Silas Câmara e família receberam da Umanizzare quase R$ 1 milhão para financiamento de campanha, diz site” publicada pelo site Fato Amazônico, na quinta-feira (30), é totalmente alheio – contrário às observações contidas na nota.

Nos últimos dias, Manaus ganhou destaque nos principais noticiosos do país devido as mortes nos presídios da capital, administrados pela Umanizzare – empresa pertencente a um setor que defendido por Silas Câmara.

Isso tem pertinência e fundamento jornalístico na medida que Silas Câmara e família foram financiados ou tiveram apoio financeiro de campanha pela Umanizzare.

Com bases nesses fundamentos  entendemos que o envio da nota chegou em endereço errado, mas é assim que funciona a democracia. Por isso mesmo é que a nota do respeitável deputado será publicada na íntegra.

Veja nota do Deputado

“Nos causa muita estranheza que assuntos suscitados em 2014, e à época esclarecidos, sejam repetidamente  republicados por sites e blogs.

Voltamos a esclarecer que todas as contas de campanha do deputado federal Silas Câmara (PRB/AM) foram aprovadas, em todos os exercícios, pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) o que demonstra que todas as doações recebidas foram feitas conforme a exigências da legislação eleitoral, tanto que o mesmo assumiu e cumpriu toda a 55ª Legislatura de 2015-2019  como deputado federal,  sendo reeleito em 2018 com mais de 117 mil votos.

O dever de informar dos veículos de comunicação, ao qual defendemos de forma veemente, deve ser exercido com sensatez e imparcialidade, e não visando suscitar falsas impressões a respeito de quem quer que seja, sob o risco de induzir as pessoas ao erro, muitas vezes irreparável.

Acreditamos na verdade dos fatos.
Assessoria de Comunicação do Deputado Federal Silas Câmara”


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •