Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Amazonas Filarmônica sobe ao palco do Teatro Amazonas, nesta quinta-feira (22/08), às 20h, para homenagear o maestro Claudio Santoro com a apresentação de três obras: as “Sinfonias n.1 e n.6”, e a “Brasiliana”. O concerto, que terá regência do maestro Marcelo de Jesus, é uma realização da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e terá entrada gratuita.

A “Sinfonia n.1” é uma obra do primeiro período de Santoro, dos anos 1940, e foi criada para duas orquestras de cordas. “Neste primeiro período do Santoro, temos um maestro jovem, com muita energia, e a obra densa, de grande dificuldade técnica. Para esta sinfonia são montadas duas orquestras de cordas, algo não muito usual para o Santoro, portanto o público verá como se fossem duas Orquestras de Câmara no palco”, afirma o maestro.

Em seguida, a “Sinfonia n.6” traz movimentos mais leves para o público, além de ser um dos marcos do período de nacionalismo na música. “Esta talvez seja a sinfonia mais leve de Santoro, que é repleta de temas brasileiros. É um dos auges do momento nacionalista dele”, destaca Marcelo de Jesus.

O programa encerra com a “Brasiliana”, uma obra que o maestro amazonense compôs quando estava na Rússia. “É uma referência ao mundo sonoro do Brasil”, explica o maestro. “Ela tem três movimentos, e todos são bem brasileiros. O segundo lembra a Bossa Nova. É uma ótima obra para terminar o programa, tem vários arroubos que vão agradar o público”, declara o maestro. 

Ainda em alusão ao centenário da morte de Claudio Santoro, a Amazonas Filarmônica apresenta obras do maestro na programação da orquestra, a cada mês. “Neste ano, ainda vamos apresentar o concerto para piano e a Sinfonia n.10”, adianta Marcelo de Jesus.

Serviço: “Claudio Santoro – Sinfonias 1 e 6”, com a Amazonas Filarmônica 

Data/hora: Quinta-feira (22/08), às 20h

Local: Teatro Amazonas, avenida Eduardo Ribeiro, Centro

Entrada: Gratuita 

Classificação: Livre


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •