Mais de 400 empresas no estado Amazonas lavam dinheiro para a facção criminosa Família do Norte enquanto o governo de Amazonino Mendes cruza os braços diante do avanço do crime organizado em Manaus.
O autor da denúncia, segundo o site de notícias o antagon!sta, é o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto que, em encontro com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, sexta-feira, 24, relatou a disseminação e o avanço da violência no Amazonas, comandada pelas facções do tráfico.
Durante o encontro, o prefeito entregou ao ministro os números da violência, sobretudo, contra o serviço público municipal, que já somam 1.826 roubos e furtos a unidades de saúde, escolas, ônibus e outras repartições públicas municipais.
O encontro aconteceu na sede do Ministério da Segurança Pública com a participação dos secretários de Inteligência e de Segurança Pública.
Diante do quadro abordado pelo prefeito, Jungmann sugeriu parceria para melhoramento do sistema de vigilância por câmeras, a integração das câmeras com o sistema desenvolvido pela Polícia Rodoviária Federal, além do treinamento e provimento de equipamentos para a Guarda Civil Metropolitana também foram soluções apresentadas pelo ministro.