Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada ontem, a Associação Folclórica Boi Bumbá Caprichoso homologou e ampliou o quadro de sócios da agremiação. Anteriormente, com 1.420 sócios, o Bumbá passa ter a partir de agora 2.995 sócios. Na assembleia, ocorrida na Escola de Artes Irmão Miguel de Pascalle, demais sócios e membros da diretoria aprovaram a reformulação do Estatuto da Fundação Boi Bumbá Caprichoso.

Os novos sócios foram indicados por sócios efetivos no ano de 2012 e avaliados criteriosamente pelo Conselho de Ética. Durante a assembleia, foi lida a lista com os nomes dos novos sócios. Socorro Lopes, presidente do Conselho de Ética, explicou que após a homologação, cada sócio deve efetuar o pagamento da joia, no valor de R$ 100, até o dia 14 de fevereiro para ter direito a benefícios como, por exemplo, desconto nos preços de ingressos das festas da associação, recebimento de camisas oficiais, CDs e DVDs e uso do Clube de Campo.

Os novos sócios foram homologados conforme o Estatuto Social do Boi, que diz no artigo 06:

“Sem impedimentos legais, forem admitidos como tais, sendo pessoas idôneas, maiores de 16 anos, mentalmente capazes, identificadas com as tradições, marca e as cores do Boi Bumbá caprichoso” e “Que não seja filiado a entidades congênere, a juízo da assembléia geral, e observem fiel obediência à este estatuto e deliberação da associação.”

“Hoje muitos estão realizando o sonho de fazer parte da associação, mas lembramos que o sócio só se efetiva, mesmo com a homologação, até o dia 14, após o pagamento e a entrega do comprovante do pagamento da joia”, disse Socorro Lopes. A joia deve ser paga em depósito na conta corrente no Banco do Brasil – Agência 0333-6 – conta 28447-5.

Para os sócios, ficou estabelecido o pagamento de mensalidade de dois por cento do salário mínimo, correspondente a R$ 14,48 (quatorze reais e quarenta e oito centavos), conforme aprovado na assembleia promovida em novembro de 2013. O sócio que deixar de honrar com o pagamento três meses seguidos estará automaticamente fora do quadro social do Caprichoso.

O presidente do Bumbá, Joilto Azedo, reforçou que a homologação dos novos sócios fortalece o Caprichoso. “Foi um ato que há tempos era cobrado e nós estamos cumprindo, e a nossa intenção e abrir espaços para mais sócios”, assegurou o presidente. A diretoria, com aval da assembleia de novembro do ano passado, teve direito a indicar 300 pessoas. Joilto Azedo destacou que autoridades reforçam o quadro social.

Estatuto da Fundação

Outro assunto tratado na assembleia foi alteração do Estatuto da Fundação Boi Bumbá Caprichoso, gestora da Escola de Artes Irmão Miguel de Pascalle. Mudanças como endereço, objetivos gerais e específicos, que trata das atividades desenvolvidas pela Fundação Boi Caprichoso, meios e recursos e a consolidação dos Artigos de acordo com o Código Civil, foram aprovadas por unanimidade pelos sócios presentes.

Houve apresentação também dos componentes da diretoria executiva e uma projeção orçamentária do boi para o ano de 2014. O orçamento foi apresentado aos sócios pelo diretor financeiro da associação, Joaquim Lima, e pela procuradora, Indra Bessa.

“Esse orçamento é um primeiro passo. Trabalhamos com metas e a nossa proposta é aperfeiçoar administrativamente o Boi. Essa projeção orçamentária está a disposição dos sócios no escritório do Boi e no site da Associação a partir de segunda-feira, 3 de fevereiro”, complementou Joaquim Lima. O planejamento estará terça-feira disponível no site www.boicaprichoso.com.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •