As obras que estão sendo realizadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam), para a recuperação das unidades da capital, avançam com os trabalhos em execução em sete das 12 unidades do Centro de Atenção Integral à Criança (Caic). Além das obras, os Centros se preparam para a ampliação da faixa etária de atendimento, que era de até 14 anos, para 18. Uma unidade – o Caic Afrânio Soares, no Parque Dez de Novembro, zona centro-sul de Manaus, já está atendendo nessa nova configuração, como projeto piloto, e o Caic Ana Braga, na zona leste, será o próximo.

As unidades do Caic, assim como a maioria das unidades da rede estadual de saúde, foram recebidas pela atual gestão, em outubro de 2017, em condições precárias. A Susam está investindo R$ 65 milhões, para concluir as obras que encontrou paradas, na capital e interior, e para recuperar as unidades de saúde de Manaus. Já inaugurou o Hospital do Careiro Castanho e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itacoatiara. Está entregando na próxima terça-feira (23/10) a UPA da Zona Norte, além de estar concluindo o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) de Santo Antônio de Matupi, em Manicoré. Em Manaus, as obras já passaram por boa parte das unidades de saúde e agora chegam às unidades do Caic.

Nos Centros de Atendimento Integra à Criança, para garantir que ofereçam melhores condições de atendimento, a Susam está realizando serviços de pintura geral, recuperação dos telhados, reparo na rede elétrica e troca de aparelhos de ar condicionado. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Orestes Guimarães de Melo Filho, todas as unidades serão recuperados. “Desde o início da gestão, fizemos um levantamento minucioso para identificar as prioridades e a recuperação predial dos Caics é uma delas. Nossas equipes estão trabalhando todos os dias para dar um novo aspecto a essas unidades, que estavam em situação precária quando recebemos”, comenta Orestes de Melo Filho.

Conforme o setor de engenharia da Susam, as sete unidades do Caic que já estão com serviços de recuperação predial são: Dr. José Contente, Ana Maria dos Santos Pereira Braga, Dr. Edson Melo, Alberto Carreira, Dra. Josephina de Mello, Alexandre Montoril e José Carlos Mestrinho. Em seguida, receberão os serviços de recuperação predial, o Moura Tapajós, o Dra. Maria Helena Freitas de Góes, o Dr. Gilson Moreira, o Dr. Rubim de Sá e o Dr. Afrânio Soares.

Ampliação da faixa etária – O Centro de Atendimento Integra à Criança oferece atendimento pediátrico, odontológico e psicológico, para crianças e adolescentes, com atendimento ambulatorial, consultas e serviços que visam o tratamento e a prevenção de doenças e o acompanhamento do desenvolvimento infantil.

Dentro das metas de melhoria do serviço, a Susam está ampliando a faixa etária de atendimento nos Centros, que passará a ser até 18 anos e não mais até 14. Duas unidade já estão atuando com esta nova configuração – o Ana Braga, na zona leste de Manaus, e o Afrânio Soares, na zona centro-sul. Segundo o secretário de Saúde, o modelo de atendimento inclui novas especialidades médicas, como endocrinologia e neurologia. Esse novo formato deve ser expandido para todos os Centros, em 2019.

Esta semana, o secretário esteve no CAIC Ana Braga, para inspecionar o serviço de revitalização feito na unidade e falou sobre a novidade. “Todas as nossas unidades estão passando por revitalizações, com obras físicas, manutenção de equipamentos e substituição de ar condicionados. O CAIC Ana Braga, no caso, também está se preparando para atender ao público adolescente”, disse Orestes.

Ele destacou que a mudança envolve a atualização dos profissionais que atuam na pediatria. “Iniciamos por estas duas unidades e as demais serão readequadas na sequência. Estamos fazendo um processo de capacitação com a equipe multidisciplinar, assistentes sociais, enfermeiros, nutricionistas e algumas especialidades que estão sendo incluídas nesse atendimento. O adolescente de 14 a 18 anos vai ter, agora, uma unidade de referência para o seu atendimento”, frisou.