Candidato a vice governador na chapa de Wilson Lima, Carlos Almeida participou nesta terça-feira (16)  de uma roda de conversa sobre direitos humanos com representantes de comitês, conselhos e instituições voltados ao tema. O encontro foi na sede da  Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB-AM).

De acordo com Glen Wilde, presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos, a atual situação em áreas importantes, como saúde e segurança, motivou a realização do evento. “A saúde e a segurança pública estão caóticas no Amazonas”, disse ele, afirmando que existem municípios com apenas oito policiais militares para atender toda cidade. “Isso é brincar de segurança pública”.

Segundo Carlos Almeida, a implementação de políticas voltadas ao cumprimento dos direitos humanos é essencial. “Os direitos humanos permeiam a própria política do estado. Nossa preocupação com a saúde, por exemplo, leva em consideração todos os padrões básicos para garantia da vida. De acordo com a lei, é proibido ao ser humano o tratamento degradante. Mas o que se vê é um tratamento indigno dentro dos hospitais. Nossa proposta é fazer com que os serviços públicos funcionem”, afirmou.

Para ele, o desafio de levar direitos humanos para o interior do estado é ainda maior. “No interior, o problema é operacional, porque boa parte dos recursos públicos já se encontram comprometidos com gasto de pessoal”, pontuou Carlos Almeida.

Sobre os direitos da mulher, Carlos Almeida afirmou que o estado precisa estar afinado com o poder Judiciário para aplicar as políticas de defesa da mulher, apoiar iniciativas já implementadas e estar sensível à instalação de delegacias da mulher no interior.

Ao final do evento, Glen Wilde agradeceu a participação do candidato no evento. “Somente uma pessoa voltada aos direitos humanos aceitaria participar de uma conversa como esta. Infelizmente, o outro candidato não aceitou enfrentar este diálogo”.

Reunião com Lideranças Comunitárias

Também nesta terça-feira, Carlos Almeida conversou com 23 lideranças comunitárias na Quadra da Escola de Samba Vila da Barra, no bairro da Compensa, zona Centro Oeste de Manaus. Durante a reunião, os representantes de diversos bairros levantaram os principais problemas enfrentados pelos moradores. “Estamos dispostos a ouvir as comunidades e construirmos juntos um novo estilo de governo que possa atender, de fato, as pessoas”, afirmou o candidato a vice governador.