O Centro de Convivência da Família 31 de Março, que é gerido pelo Governo do Estado do Amazonas, situado na rua 21, bairro Japiim, zona sul de Manaus, informa que está com vagas abertas para turmas de balé para crianças de 4 a 11 anos de idade, no turno matutino. Promovidas pela Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), são ofertadas atividades como ginástica localizada, ritmos, funcional, gerontovôlei, jiu-jitsu, futsal, pilates e relaxamento para a terceira idade.

Para se inscrever no balé, são necessárias cópias do RG ou certidão de nascimento, do comprovante de residência e uma foto 3×4 do aluno, mais a cópia do RG do responsável. As atividades do Centro, que atualmente atende 1.655 pessoas por mês, estão proporcionando cada vez mais saúde e bem-estar aos usuários do espaço, por meio do acompanhamento e prática desportiva. Um exemplo disso é a empresária Miranda Oliveira, 46, que perdeu 28 quilos a partir das aulas de ritmos, e hoje conta com o aumento da autoestima e muita saúde.

“Eu gosto muito de fazer dança, mas passei a fazer as atividades porque eu engordei e já estava me sentindo prejudicada com o meu peso. Uma amiga me indicou o Centro 31 de Março, que eu moro bem próximo, então aproveitei. Estou aqui há um ano e meio, entrei com 110 quilos, e hoje estou com 82. Meu peso diminuiu e aumentou minha segurança, flexibilidade e autoestima. Adoro esse lugar, a energia, os profissionais de excelência, e indico a todos que precisam”, disse Miranda.

Maior adesão – De acordo com a profissional de Educação Física, Luana Priscila Rodrigues, 30, que ministra as aulas de ritmo, funcional e ginástica, todos os dias chegam pessoas novas, incluindo famílias inteiras que vão participar das aulas após alguém ter indicado. Luana acredita que a didática usada é a responsável pela maior adesão às atividades.

“A minha metodologia é sempre trazer algo novo, proporcionar novas ações e uso do carisma, do carinho. Estou sempre perto e ajudando no que é possível. Temos um grupo no WhatsApp e estamos nos comunicando a toda hora, partilhando experiência e isso torna nossos laços mais fortes. Não temos desistência, pelo contrário, todos os dias recebemos pessoas novas e até famílias inteiras para participar. Busco sempre o melhor para elas e estou recebendo esse retorno a partir do crescimento dos adeptos. Aproveito o ensejo e convido a todos que moram nas mediações do nosso Centro para participarem das nossas atividades, pois serão bem recebidos”, comentou Luana.